Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Sistema Excretor

Aline Miranda
Publicado por Aline Miranda
Última atualização: 20/8/2018

Introdução

sistema excretor - também conhecido como sistema urinário - é o responsável pela excreção. Esse processo é o mecanismo utilizado pelo organismo para a eliminação de substâncias tóxicas e/ou em grande quantidade. A excreção garante, assim, o equilíbrio das condições fisiológicas do organismo.

É o principal responsável pelo controle da quantidade de água eliminada pelo organismo e pela excreção de sais minerais e das excretas nitrogenadas.

Essas excretas são resíduos da quebra de proteínas e ácidos nucléicos que devem ser eliminados, pois são tóxicos ao organismo. Esse produtos podem ser encontrados na forma de amônia, ácido úrico e uréia.

O ser humano apresenta como excreta principal a uréia, excretando amônia e ácido úrico em menor quantidade. A uréia é formada no fígado e lançada no sangue. O sistema excretor realiza a filtração do sangue e elimina a uréia através da urina.

É importante ressaltar a diferença entre evacuação e excreção. Na primeira, são eliminadas as fezes, formadas principalmente por resíduos não digeridos dos alimentos e bactérias, enquanto que na segunda ocorre a eliminação, pela urina, de resíduos provenientes da atividade celular dos tecidos do corpo.

📚 Você vai prestar o Enem 2020? Estude de graça com o Plano de Estudo Enem De Boa 📚

Órgãos do sistema excretor

Confira quais são os órgãos do corpo humano ligados ao sistema excretor:

Rins

Os rins são dois órgãos em formato de feijão e os principais responsáveis pela excreção do corpo. Eles são encarregados de eliminar o excesso de água e substâncias tóxicas do organismo, como a uréia e o ácido úrico, que em altas concentrações podem matar as células.

Os rins filtram o sangue, extraindo resíduos tóxicos e reabsorvendo as substâncias aproveitáveis.

O sangue entra pela artéria renal e, depois de extraídas as substâncias, o sangue filtrado sai do rim e retorna à circulação pela veia renal. Os rins filtram todo o sangue do corpo a cada cinco minutos, formando a urina.

🎓 Você ainda não sabe qual curso fazer? Tire suas dúvidas com o Teste Vocacional Grátis do Quero Bolsa 🎓

Estrutura

O rim é formado por:

  • Córtex renal: é a parte mais externa do rim. Em seu interior, encontram-se os néfrons. O néfron é a unidade funcional dos rins. Existem mais de um milhão de néfrons no córtex de cada rim, que filtram o sangue e produzem o grande volume de urina que vai para a bexiga urinária.
  • Medula renal: tem aspecto estriado e contém numerosos túbulos coletores de urina.
  • Pelve renal: é uma cavidade em forma de funil.Tem por função coletar a urina formada pelos rins e conduzi-la até os ureteres. 

Esquema mostrando a estrutura do rim

As vias urinárias

As vias urinárias são formadas por:

  • Ureteres: são dois tubos que têm como função conduzir a urina produzida pelos rins até a bexiga urinária.
  • Bexiga urinária: é uma bolsa formada por parede muscular, onde a urina se acumula antes de ser expelida para o exterior. Essa parede permite que a bexiga aumente de tamanho à medida que acumula urina. Na parte inferior da bexiga existe um músculo chamado esfíncter, que fecha a uretra e controla o ato de urinar.
  • Uretra: é o canal por onde passa a urina da bexiga urinária até o exterior do corpo.

A formação da urina

Composição

A urina é o produto da filtração do sangue pelos rins e é formada principalmente por água, sais e substâncias tóxicas, como a uréia e o ácido úrico.

É um líquido amarelado, transparente, claro e ligeiramente ácido. O ser humano elimina diariamente entre 1L a 1,5L de urina.

Etapas de formação

Em cada néfron, a formação da urina ocorre nas seguintes etapas:

  • Filtração: nessa etapa, substâncias como nutrientes, resíduos tóxicos, sais minerais e água passam para o néfron e tornam-se parte do filtrado. Células sanguíneas e grandes moléculas de proteína, por exemplo, não passam pelo néfron e mantêm-se na corrente sanguínea.
  • Reabsorção: nessa etapa, a água, os nutrientes (pequenas moléculas de proteínas, lipídios e glicose) e alguns sais minerais são reabsorvidos e voltam ao sangue. Essas substâncias são importantes para as atividades celulares e não devem ser eliminadas.
  • Secreção: nessa última etapa, são eliminadas certas substâncias do plasma sanguíneo que não foram filtradas inicialmente, como ácido úrico, sais minerais e medicamentos. Algumas substâncias, como medicamentos e drogas, são eliminados na urina e, portanto, encontrados em maior quantidade nela do que no próprio sangue. É por esse motivo que os exames antidoping são realizados através da análise da urina.

As doenças renais

Alguns fatores, como substâncias tóxicas ou bactérias, podem alterar o funcionamento normal dos rins ou das vias urinárias, causando as doenças renais.

Nefrite

É o resultado de um processo inflamatório que acontece nos glomérulos, uma parte do néfron. Geralmente, são provocadas por microorganismos (vírus e bactérias) ou medicamentos. Pode levar ao aparecimento de sangue na urina e aumento da pressão arterial. O tratamento se faz com orientação médica.

Cálculo renal

É conhecido como “pedras” e pode acometer qualquer ponto do sistema urinário. Essas pedras são formadas, em sua maioria, por sais de cálcio, e podem obstruir o ureter e causar fortes cólicas renais e vômitos. Geralmente, pessoas com cálculos renais devem ingerir grande quantidade de água.

Cistite

É uma inflamação que ocorre na bexiga urinária. Geralmente, é causada por microoganismos. O indivíduo não consegue reter a urina por muito tempo na bexiga e precisa eliminá-la frequentemente e em pequenas quantidades. Esse ato provoca fortes dores. O tratamento deve ser orientado pelo médico.

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...

Veja também

BIOLOGIA
Baço
Baço
BIOLOGIA
Boca
Boca
BIOLOGIA
Cerebelo
Cerebelo
BIOLOGIA
Corpo Humano
Corpo Humano
BIOLOGIA
Encéfalo
Encéfalo
BIOLOGIA
Esôfago
Esôfago
BIOLOGIA
Estômago
Estômago
BIOLOGIA
Faringe
Faringe
BIOLOGIA
Fígado
Fígado
BIOLOGIA
Hemoglobina
Hemoglobina
BIOLOGIA
Hipófise
Hipófise
BIOLOGIA
Intestino Delgado
Intestino Delgado
BIOLOGIA
Intestino Grosso
Intestino Grosso
BIOLOGIA
Laringe
Laringe
BIOLOGIA
Leucócitos
Leucócitos
BIOLOGIA
Nariz
Nariz
BIOLOGIA
Neurônio
Neurônio
BIOLOGIA
Órgãos do Corpo
Órgãos do Corpo
BIOLOGIA
Ovários
Ovários
BIOLOGIA
Pâncreas
Pâncreas
BIOLOGIA
Pênis
Pênis
BIOLOGIA
Sistema Digestivo
Sistema Digestivo
BIOLOGIA
Sistema Endócrino
Sistema Endócrino
BIOLOGIA
Sistema Imunológico
Sistema Imunológico
BIOLOGIA
Sistema Nervoso
Sistema Nervoso
BIOLOGIA
Sistema Nervoso Central
Sistema Nervoso Central
BIOLOGIA
Sistema Nervoso Periférico
Sistema Nervoso Periférico
BIOLOGIA
Sistema Nervoso Simpático
Sistema Nervoso Simpático
BIOLOGIA
Sistema Reprodutor
Sistema Reprodutor
BIOLOGIA
Sistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor Feminino
BIOLOGIA
Sistema Reprodutor Masculino
Sistema Reprodutor Masculino
BIOLOGIA
Sistema Respiratório
Sistema Respiratório