Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
Sociologia

Movimentos Sociais

Natália Cruz
Publicado por Natália Cruz
Última atualização: 30/8/2018

Introdução

Os movimentos sociais podem ser definidos como grupos da sociedade formados com o objetivo de promover mudanças sociais e políticas.

Os participantes dos grupos sociais se unem para promover mudanças específicas e de acordo com os anseios, alterações sociais e políticas que desejam conquistar.

De forma geral, os movimentos sociais desejam mudanças contra a exclusão social e de direitos sofridas por alguns grupos.

A existência de movimentos sociais se justifica por conta das diferenças entre os indivíduos e, consequentemente, da exclusão de políticas e práticas voltadas para as necessidades reais e específicas de cada grupo.

A Constituição assegura direitos básicos e essenciais, mas faz isso de forma geral, sem levar em conta as diferenças regionais e particularidades mais específicas de determinados grupos. Para mudar a situação de exclusão, são então formados os movimentos sociais.

As movimentações organizadas pelos movimentos sociais, geralmente, acontecem através de manifestações, que podem ou não ser pacíficas.

Integram os movimentos sociais as Organizações Não Governamentais (ONGs), associações sindicais, movimentos rurais, movimentos por direitos civis e movimentos por direitos específicos, como o direito das mulheres, das populações LGBTQIAP+ e da população negra.

Movimentos Sociais no Brasil

Em nosso país, os movimentos sociais que reivindicavam as melhores condições de trabalho no campo, distribuição de terras e não substituição da mão de obra do campo por máquinas tiveram suas primeiras manifestações durante a década de 1950.

Os movimentos de maior destaque são o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) e MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto).

Durante a década de 1960,grupos contra a ditadura, a favor dos direitos humanos, e que discordavam das práticas políticas e econômicas tiveram grande destaque. O período ditatorial impedia as manifestações populares, marchas e protestos contrários ao regime. Por conta disso, muitos movimentos sociais atuavam na clandestinidade.

No decorrer das décadas de 1980 e 1990 os movimentos feministas, negros, LGBTQIAP+, pelas crianças, pessoas portadoras do vírus da aids, cadeirantes, crianças, indígenas, por moradia e pelo meio ambiente ganharam mais visibilidade.

Uma série de outros movimentos sociais também surgiram ao longo dos últimos anos e estão em busca de políticas de inclusão, acesso a medicamentos, moradia, saúde e itens específicos e necessários para a qualidade de vida e consolidação da cidadania de indivíduos ou minorias socialmente excluídas.

Características dos Movimentos Sociais

Embora lutem por direitos específicos, os movimentos sociais possuem algumas características em comum para organizar as formas de ação e garantir que as mudanças e alterações sejam conquistadas.

  • Organização de um projeto e ideologia em comum e que considere as propostas relevantes ao movimento;
  • Estrutura hierárquica que possibilita várias lideranças;
  • Ações coletivas;
  • Organização de passeatas, greves, denúncias e marchas;
  • Manifestações que podem ou não ser pacíficas;
  • Revolucionários ou reformistas.

Classificação dos Movimentos Sociais

Para facilitar a compreensão e estudo dos movimentos sociais, eles são classificados em tipo , de acordo com a atuação e os projetos que defendem.

Organizações Não Governamentais (ONGs)

Organizações sociais sem fins lucrativos que se organizam para promover mudanças ou prestar assistência a grupos e realidades sociais específicas. Podem atuar na área da educação, saúde, saneamento, meio ambiente e nas mais diversas áreas.

Movimentos rurais/do campo

Lutam por questões de ligação com a reforma agrária, a produção industrial e massificada de alimentos e outros produtos agrícolas e contra a troca de mão de obra humana por máquinas.

Movimentos de classe

Ligados às diversas classes sociais e lutam por mudanças sociais e eliminação das desigualdades e exclusão social.

Movimentos reivindicatórios

Movimentos que reivindicam a solução de questões urgentes para um determinado grupo ou para toda sociedade.

Movimentos Políticos

Tem como objetivo ressaltar a importância da participação política. Pode ou não estar ligado a partidos políticos.

Independente do foco e dos objetivos do movimento, a intenção de todos é conquistar as mudanças e alterações, sejam elas políticas, sociais ou econômicas de acordo com o projeto que defendem e o grupo social que representam.


Exercícios

Exercício 1
(ENEM/2015)

“Não nos resta a menor dúvida de que a principal contribuição dos diferentes tipos de movimentos sociais brasileiros nos últimos vinte anos foi no plano da reconstrução do processo de democratização do país. E não se trata apenas da reconstrução do regime político, da retomada da democracia e do fim do Regime Militar. Trata-se da reconstrução ou construção de novos rumos para a cultura do país, do preenchimento de vazios na condução da luta pela redemocratização, constituindo-se como agentes interlocutores que dialogam diretamente com a população e com o Estado.” (Adaptado de: GOHN, M. G. M. Os sem-terras, ONGs e cidadania. São Paulo: Cortez, 2003).

No processo da redemocratização brasileira, os novos movimentos sociais contribuíram para

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...

Veja também

SOCIOLOGIA
Ação Social
Ação Social
SOCIOLOGIA
Antropologia
Antropologia
SOCIOLOGIA
Cidadania
Cidadania
SOCIOLOGIA
Cultura
Cultura
SOCIOLOGIA
Declaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos Humanos
SOCIOLOGIA
Desigualdade Social
Desigualdade Social
SOCIOLOGIA
Direitos Humanos
Direitos Humanos
SOCIOLOGIA
Estado de Bem Estar Social
Estado de Bem Estar Social
SOCIOLOGIA
Estado Democrático de Direito
Estado Democrático de Direito
SOCIOLOGIA
Estigma Social
Estigma Social
SOCIOLOGIA
Estruturalismo
Estruturalismo
SOCIOLOGIA
Exclusão Social
Exclusão Social
SOCIOLOGIA
Feminismo
Feminismo
SOCIOLOGIA
Funcionalismo
Funcionalismo
SOCIOLOGIA
Neoliberalismo
Neoliberalismo
SOCIOLOGIA
Social-Democracia
Social-Democracia
SOCIOLOGIA
Sociedade
Sociedade