Informações
Como funciona?
Encontre seu curso
Faça sua pré-matrícula online
Economize até o fim do curso!

DPO (Data protection officer): tudo sobre a profissão

Aquele que garante a proteção de dados pessoais e o cumprimento de legislação específica

Profissão recém-criada vem sendo requisitada no mercado de tecnologia; salários médios ficam em torno de R$ 20 mil

dpo (data protection officer)

Sobre a profissão

O data protection officer (diretor de proteção de dados, em tradução livre) é o profissional responsável por garantir a proteção dos dados pessoais de cidadãos coletados pela empresa ou instituição onde trabalha, fazendo a ponte com a autoridade supervisora que realiza a fiscalização da lei de controle de dados do país - que no Brasil é a Autoridade Nacional de Proteção de Dados.

Trata-se de uma profissão criada recentemente, com o surgimento de legislações que tratam da proteção de dados e informações contra vazamentos e ataques. Tais leis obrigam as empresas a proteger esses dados, o que exige a designação de um profissional especializado que atue nesse sentido. Esse profissional atua mesclando segurança da informação ao direito digital.

De acordo com a legislação europeia sobre proteção de dados, o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (GDPR), o trabalho do DPO é: atuar em todas as ações que envolvem proteção de dados; garantir a aplicação da legislação dentro da empresa ou instituição; trabalhar com independência, sem restrições de acesso, em contato com a autoridade supervisora; aconselhar gerência e diretoria em relação às melhores decisões a serem tomadas com o processamento dos dados; conscientizar os trabalhadores sobre a proteção de dados.

O DPO pode realizar auditorias para assegurar que a empresa esteja em conformidade com a lei. Além disso, faz a ligação entre a empresa e o público em relação aos assuntos que envolvem os dados coletados e sua segurança.

O salário médio de um DPO, de acordo com levantamento do site Vagas, é de R$ 19.689,00.

O DPO trabalha como funcionário ou consultor externo em qualquer empresa, instituição ou órgão que realize tratamento de dados pessoais, esteja envolvido em monitoramento sistemático e em larga escala desses dados, e quando processa ou controla dados pessoais relacionados a condenações ou delitos criminais.

DPO (Data protection officer)

Como se tornar um DPO (Data protection officer)?

O DPO pode ser tanto um advogado especialista em direito digital quanto um profissional de Tecnologia da Informação, especialista em segurança da informação. Por ser uma área recente, o perfil que vem sendo buscado pelas empresas ainda está em maturação, mas trata-se de pessoas com ampla experiência na área de processamento e proteção de dados. O DPO vem se mostrando um alto cargo dentro das empresas, em contato direto com a diretoria e a presidência.

Mais profissões da área de Ciências Exatas e Informática

Conheça mais profissões que combinam com você e compare as características dos cursos.