Informações
WhatsApp
Iniciar um atendimento
E-mail
contato@querobolsa.com.br
Telefone
Ligue para 0800 940 0840
Segunda a sexta das 09h às 19h
Como funciona?
Encontre seu curso
Faça sua pré-matrícula online
Economize até o fim do curso!

Economista: tudo sobre a profissão

Aquele que ajuda pessoas e organizações a empregar melhor os seus recursos

Habilidades com números e atualização constante acerca da situação econômica local e global são exigências da profissão

economista

Sobre a profissão

O economista estuda dados matemáticos, fatos históricos e estatísticas gerais para analisar e detectar as tendências econômicas de uma região, de um país, de um grupo ou até da economia global. Os relatórios produzidos por um economista ajudam a compreender o momento exato de investir ou retrair recursos financeiros de uma determinada aplicação.

É papel do economista reunir todos esses dados para debater a eficiência de sistemas em funcionamento no mundo e indicar recomendações de mudanças e ajustes que permitam que o patrimônio pessoal ou coletivo seja preservado ou ampliado.

Quem escolhe a carreira de economista tem uma rotina de trabalho bastante voltada às pesquisas e análises de mercado. O dia a dia do profissional envolve produzir relatórios sobre o cenário atual, fazer projeções para o futuro e desenvolver planejamento estratégico para gerir e solucionar problemas financeiros nos recursos de pessoas, empresas e governo.

No setor privado, o economista encontra um grande campo de atuação como consultor de instituições financeiras e bancárias. Suas análises são importantes para calcular a rentabilidade de projetos, a viabilidade de investimentos e a aplicação ou retirada de recursos. Seus estudos ajudam a promover o equilíbrio financeiro das instituições e de seus clientes. Outras funções nesse setor são a auditoria e a mediação de relações econômicas internacionais. O economista também encontra campo na assessoria de finanças pessoais e como comentarista na mídia televisiva, impressa, radiofônica e na internet.

O economista também tem espaço no setor público, trabalhando em órgãos como o Ministério da Economia, Banco Central, BNDES, bancos públicos, comissões de investimento e regulação, institutos de pesquisa e unidades de inteligência financeira. Nesses órgãos, é função do economista propor políticas governamentais para que a população tenha melhores condições e a economia do país se desenvolva com sustentabilidade.

Por que ser um Economista?

Panorama em
O mercado não apresenta crescimento nos últimos anos

Não era isso que você esperava?

Mas espera...selecionamos outras profissões que apresentam crescimento.

    Economista

    Como se tornar um Economista?

    Para poder atuar profissionalmente como economista, é preciso concluir um curso superior em Ciências Econômicas ou Economia. A duração média do curso é de quatro anos. A profissão é regulamentada no Brasil desde 1951, portanto, o bacharel em Ciências Econômicas precisa ser registrado no Conselho Regional de Economia (Corecon) de seu estado.

    A profissão de economista exige capacidade de análise e abstração de dados variados, visto que vários fatores (políticos, sociais, ambientais) podem influenciar a economia global e regional. O mercado financeiro também exige que o economista tenha facilidade com contas e números, conhecimento sobre a realidade histórica de seu país, comportamento ético e que esteja em constante aprendizado para lidar com as transformações pelas quais as sociedades passam.

    Vale a pena estudar para ter essa profissão?

    Ser formado ou não... eis a questão? 🤔

    Qual cidade deseja trabalhar?

    Mais profissões da área de Ciências Sociais e Humanas

    Conheça mais profissões que combinam com você e compare as características dos cursos.