Engenheiro de mobilidade: tudo sobre a profissão

Responsável por projetos que promovam eficácia dos fluxos de mobilidade para pessoas ou materiais.


Além de todas as questões logísticas e de mobilidade, o profissional visualiza os impactos econômicos, sociais e de qualidade de vida dentro de sua área de atuação.

engenheiro de mobilidade

Sobre a profissão

O engenheiro de mobilidade possui conhecimento para atuar em projetos que possibilitem maior eficiência das operações das redes de transporte. Além de todas as questões logísticas, o profissional visualiza, dentro de suas ações e atuações, os impactos econômicos e sociais, de qualidade de vida e de melhoria para as pessoas e para os municípios. De acordo com a página de Engenharia de Mobilidade, a pessoa responsável projeta e executa a construção, o monitoramento e a manutenção da infraestrutura rodoviária, ferroviária, portuária e aeroportuária.

O engenheiro de mobilidade trabalha com as necessidades de transporte de pessoas e materiais em determinada localidade. O profissional pode atuar em conexão com outros setores da engenharia, como a engenharia de transportes. Vale destacar que o engenheiro terá conhecimento para planejar ações em cidades de diversos tamanhos e com vastas características geográficas. De acordo com o portal de recrutamento Glassdoor, o salário médio nacional de um engenheiro de transportes é de R$ 6.646,00 por mês no Brasil.

A atuação do profissional está associada às redes de transportes. Portanto, o engenheiro de mobilidade pode trabalhar em órgãos públicos e privados do setor da infraestrutura. Há possibilidade de atuação em prefeituras (como, por exemplo, na realização de um plano diretor de mobilidade), e entidades que fiscalizam e regulamentam rodovias, aeroportos, portos e ferrovias. Além disso, o engenheiro de mobilidade possui área de atuação para prestar consultoria ou atuar na área educacional.

Por que ser um Engenheiro de mobilidade?

Panorama em
O mercado não apresenta crescimento nos últimos anos

Não era isso que você esperava?

Mas espera...selecionamos outras profissões que apresentam crescimento.

    Engenheiro de mobilidade

    Como se tornar um Engenheiro de mobilidade?

    De acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais do Ministério da Educação (MEC), todo curso de graduação em Engenharia deve possuir um núcleo de conteúdo básico, um de conteúdos profissionalizantes e um de conteúdos específicos. Por fim, o curso prevê necessidade de realização do trabalho de conclusão de curso (TCC) e participação de estágio supervisionado. A graduação tem duração média de cinco anos e a especialização pode durar até quatro semestres.

    Se você gostaria de se profissionalizar na área e fazer sua faculdade com bolsa de estudo em Logística, por exemplo, veja as ofertas disponíveis na Quero Bolsa. Você também encontrará oportunidades de pós-graduação em Engenharia da Mobilidade no site da QB.

    Vale a pena estudar para ter essa profissão?

    Ser formado ou não... eis a questão? 🤔

    Qual cidade deseja trabalhar?

    Mais profissões da área de Engenharia e Produção

    Conheça mais profissões que combinam com você e compare as características dos cursos.