Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Pênis

Jéssica Maciel
Publicado por Jéssica Maciel
Última atualização: 25/9/2018

Introdução

O pênis é um órgão do aparelho reprodutor masculino, localizado na região mais inferior da pélvis. Faz parte também do sistema excretor masculino participando do processo de micção. Tem formato cilíndrico e, quando ereto, seu tamanho varia de 10 a 18 centímetros de extensão.

Função

O pênis é um órgão que possui dupla função: atua no sistema excretor no momento da micção e também no sistema reprodutor no momento da ejaculação.

Função excretora

No interior da extensão do pênis está a uretra que tem como função levar a urina para o exterior do organismo. Existe nela um esfíncter que, por contração ou relaxamento, controla a saída da urina.


 Quando os receptores da bexiga recebem a informação de que ela está completa, acontece a comunicação com o esfíncter, e ele então permitirá a passagem da urina pela uretra. Esse é um processo voluntário do organismo a não ser que ocorra liberação emergencial da urina.

Função reprodutora

O pênis possui também importante função na reprodução humana, ele é responsável pela ejaculação e pela deposição do esperma no interior do organismo feminino. Em seu interior está a uretra, que recebe em sua região média espermatozoides dos canais seminíferos. Depois, quando passa pela próstata, é depositado na uretra um líquido viscoso que, junto aos espermatozoides, formará o esperma.


No momento da ejaculação a abertura das artérias do pênis aumentam o fluxo de sangue, que preenche os corpos cavernosos e dá ao pênis a rigidez de seu estado ereto. Com esse processo, ocorre também contrações peristálticas da camada muscular uretral, que liberam o esperma para o exterior do organismo.


Logo após a ejaculação, o relaxamento dos vasos penianos faz com que ocorra a diminuição do fluxo sanguíneo, e o pênis volte ao seu estado flácido.

Anatomia

A anatomia do pênis humano pode ser dividida em anatomia externa e interna.

Externa

Em sua região externa, o pênis possui três divisões: cabeça, corpo e raiz.
 

  • Cabeça: a cabeça do pênis é denominada glande e é uma região de extrema sensibilidade. Quando o pênis está em seu estado flácido, a glande é envolvida por uma pele chamada prepúcio, que se estende até a região mais inferior do pênis, denominada freio. Quando o pênis está em seu estado ereto, o prepúcio deixa a glande exposta.
     Na região interna do prepúcio existem glândulas sebáceas, responsáveis por produzir uma secreção denominada esmegma, que ajuda na limpeza e lubrificação dos órgãos. O acúmulo de esmegma no prepúcio pode provocar irritações e inflamações que, em níveis mais graves, podem ser uma das causa do câncer de pênis.


  • Corpo: a região do corpo do pênis é a região de alongamento do órgão.


  • Raiz: a raiz do pênis é a região que liga o órgão à parte interna do organismo.


Interna

Em sua região interna o pênis é composto por corpos cavernosos que são tecidos eréteis, o corpo esponjoso um tecido responsável por envolver e proteger a uretra e pela própria uretra.


  • Corpos cavernosos: os corpos cavernosos são um par de tecido erétil localizado na parte dorsal do pênis. Eles são envolvidos por uma camada resistente de tecido conjuntivo denso, a túnica albugínea. É nesses tecidos que estão a maior parte dos vasos sanguíneos para que ocorra a ereção do órgão.


  • Corpo esponjoso: o corpo esponjoso é um tecido esponjoso localizado ventralmente envolvendo a uretra. Esse tecido se dilata na extremidade formando a glande e é nele que estão localizadas as glândulas de Littré, glândulas secretoras de lubrificante sexual.


  • Uretra: a uretra é um tubo membranoso localizado em toda extensão do pênis. Possui esfíncteres que permitem através do relaxamento e contração a passagem da urina, assim como a passagem do esperma durante a ejaculação.


Postectomia

A postectomia, também conhecida como circuncisão é um procedimento cirúrgico realizado no intuito de retirar o prepúcio. Esse procedimento é realizado comumente por razões culturais, estéticas e, também, por razões médicas, quando o prepúcio atrapalha a exposição da glande durante a ereção, condição denominada fimose, ou quando o prepúcio causa acúmulo de esmegma no pênis.


Imagem ilustrando a pelve masculina podendo ser identificado o pênis. Imagem ilustrando a pelve masculina.


Exercícios

Exercício 1
(Quero Bolsa)

O pênis é um órgão de dupla função. Além de participar do processo reprodutivo, ele também participa:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...

Veja também

BIOLOGIA
Baço
Baço
BIOLOGIA
Boca
Boca
BIOLOGIA
Cerebelo
Cerebelo
BIOLOGIA
Corpo Humano
Corpo Humano
BIOLOGIA
Encéfalo
Encéfalo
BIOLOGIA
Esôfago
Esôfago
BIOLOGIA
Estômago
Estômago
BIOLOGIA
Faringe
Faringe
BIOLOGIA
Fígado
Fígado
BIOLOGIA
Hemoglobina
Hemoglobina
BIOLOGIA
Hipófise
Hipófise
BIOLOGIA
Intestino Delgado
Intestino Delgado
BIOLOGIA
Intestino Grosso
Intestino Grosso
BIOLOGIA
Laringe
Laringe
BIOLOGIA
Leucócitos
Leucócitos
BIOLOGIA
Nariz
Nariz
BIOLOGIA
Neurônio
Neurônio
BIOLOGIA
Órgãos do Corpo
Órgãos do Corpo
BIOLOGIA
Ovários
Ovários
BIOLOGIA
Pâncreas
Pâncreas
BIOLOGIA
Sistema Digestivo
Sistema Digestivo
BIOLOGIA
Sistema Endócrino
Sistema Endócrino
BIOLOGIA
Sistema Excretor
Sistema Excretor
BIOLOGIA
Sistema Imunológico
Sistema Imunológico
BIOLOGIA
Sistema Nervoso
Sistema Nervoso
BIOLOGIA
Sistema Nervoso Central
Sistema Nervoso Central
BIOLOGIA
Sistema Nervoso Periférico
Sistema Nervoso Periférico
BIOLOGIA
Sistema Nervoso Simpático
Sistema Nervoso Simpático
BIOLOGIA
Sistema Reprodutor
Sistema Reprodutor
BIOLOGIA
Sistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor Feminino
BIOLOGIA
Sistema Reprodutor Masculino
Sistema Reprodutor Masculino
BIOLOGIA
Sistema Respiratório
Sistema Respiratório