Engenheiro de inovação: tudo sobre a profissão

Profissional apto ao diagnóstico e solução de demandas de inovação para diversas áreas


Com perfil questionador e, ao mesmo tempo, de solucionar problemas, o Engenheiro de Inovação possui conhecimento para apontar melhorias nos fluxos de trabalho e produção para diversas áreas profissionais.

engenheiro de inovação

Sobre a profissão

O curso de Engenharia de Inovação capacita profissionais para atuar na identificação e na solução de demandas de inovação em qualquer área. De acordo com a página da profissão, o engenheiro de inovação está apto a questionar os processos já existentes e, a partir das perguntas, analisar a complexidade de cada cenário profissional. O engenheiro de inovação poderá utilizar conceitos de múltiplas áreas da Engenharia, - lembrando que a Engenharia possui mais de 40 cursos -, visando a resolução de problemas ou aperfeiçoamento de determinado aspecto da produção. 

A Engenharia de Inovação é uma área indicada para pessoas que tenham aptidão às matérias de Exatas, que gostem de percorrer outras áreas de conhecimento e que busquem soluções para os questionamentos ou pendências. Os tópicos mencionados anteriormente são importantes na atuação do engenheiro de inovação, afinal, uma das premissas da Engenharia de Inovação é o aprimoramento de outras áreas profissionais.

A engenharia de inovação é voltada para a identificação e solução de problemas de qualquer área a partir de processos inovadores. Um dos primeiros pontos de atuação do engenheiro de inovação é compreender as necessidades dos consumidores e o cenário referente à área que ele executará o projeto. Posteriormente, o profissional poderá desempenhar seu trabalho na elaboração, no planejamento e/ou na implantação de novos métodos/processos para aperfeiçoamento do fluxo produtivo.

De acordo com o portal de recrutamentos Glassdoor, o salário médio nacional de um engenheiro de tecnologia e inovação é de R$7.823,00 no Brasil. 

Se você gostaria de se especializar nesta área com uma bolsa de estudo em Engenharia de Inovação, veja as ofertas disponíveis na Quero Bolsa. Além disso, não deixe de conferir as ofertas de bolsas de estudo em Engenharia de Produção na QB.

Pela abrangência do setor da Engenharia, o profissional poderá desempenhar funções em empresas de Engenharia dos setores público ou privado. Além disso, as instituições e estabelecimentos da área da saúde também podem ser locais de trabalho para o engenheiro de inovação, principalmente, sob a ótica do diagnóstico de melhorias nos processos e equipamentos clínicos. O trabalho de consultoria para empreendedores e empresas também é uma possibilidade de trabalho ao engenheiro de inovação.

Por que ser um Engenheiro de inovação?

Panorama em
O mercado não apresenta crescimento nos últimos anos

Não era isso que você esperava?

Mas espera...selecionamos outras profissões que apresentam crescimento.

    Engenheiro de inovação

    Como se tornar um Engenheiro de inovação?

    O curso de Engenharia da Inovação é um bacharelado de 5 anos (10 semestres letivos) com estágio obrigatório e apresentação de trabalho de conclusão de curso (TCC). O bacharelado em Engenharia de Inovação é um curso que iniciou sua oferta recentemente no Brasil. Desta forma, a área de estudo não possui diretrizes curriculares próprias, mas segue a estrutura recomendada aos cursos de Engenharia. Ou seja, 30% do curso é destinado às disciplinas básicas e o restante diz respeito às disciplinas específicas do curso. 

    De acordo com a página da engenharia da inovação, disciplinas como Cálculo, Matemática e Computação Científica são bastante comuns, além da formação empresarial na graduação do engenheiro de inovação.

    Vale a pena estudar para ter essa profissão?

    Ser formado ou não... eis a questão? 🤔

    Qual cidade deseja trabalhar?

    Mais profissões da área de Engenharia e Produção

    Conheça mais profissões que combinam com você e compare as características dos cursos.