Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Jogador de futebol: tudo sobre a profissão

O responsável por garantir, dentro de campo, os resultados de um time de futebol. As atribuições do jogador variam de acordo com o setor em que ele joga
jogador de futebol

Sobre a profissão

O futebol é um dos esportes mais populares do Brasil e do mundo. Seja por meio dos campeonatos internacionais, como a Champions League e a Libertadores, ou torneios nacionais, como o Brasileirão e Copa do Brasil, o futebol se destaca como parte do cotidiano de milhares de torcedores.


Quando o jogo começa, os holofotes do campo se direcionam para os protagonistas do esporte, os jogadores de futebol. São eles os responsáveis por representar o time dentro das quatro linhas, garantindo o resultado esperado. Para isso, os profissionais trabalham em conjunto, atuando em um time composto por 11 jogadores que executam diferente funções.


Ao decorrer dos 90 minutos de tempo regulamentar, os atletas devem marcar o gol, ampliando o placar para garantir a vitória. Em alguns casos, apenas o triunfo importa, pois a derrota significa a eliminação do time na competição. Por conta disso, o jogador de futebol possui a importante responsabilidade de representar o time e a torcida.


Tendo em vista a boa atuação dentro de campo, o jogador de futebol deve estar em boa forma física e mental, o que demanda uma rotina de preparação e treino. Embora a atuação do profissional seja repercutida dentro de campo, o trabalho do atleta tem início no centro de treinamento do clube pelo qual atua, ambiente frequentado pelo jogador diariamente.


No centro de treinamento, o jogador realiza exercícios físicos, visando o bom condicionamento, além de executar orientações técnicas que serão desempenhadas dentro de campo. Nesse caso, o vínculo com o treinador do time é de suma importância, já que ele é o responsável por orientar o atleta quanto ao posicionamento, táticas e demais ações que devem ser efetuadas.


Além do treinador, o jogador de futebol convive com outros profissionais, como os fisioterapeutas esportivos, massagistas, analistas de desempenho, médicos, nutricionistas e psicólogos. O conjunto multidisciplinar de profissionais compõe a comissão técnica, que possui o objetivo principal de garantir o pleno desempenho do profissional, evitando lesões e desgastes.

A atuação do jogador de futebol consiste em auxiliar o time na conquista do resultado esperado. Para isso, dentro de seu setor, o atleta deve comandar a defesa ou o ataque de forma assertiva, o que varia de acordo com a posição do profissional no campo.

Como exemplo, as atribuições relacionadas ao goleiro não são as mesmas confiadas ao atacante, afinal, ambos atuam em setores distintos e devem contribuir dentro de suas próprias especificidades. Veja, a seguir, as principais posições em que o jogador pode atuar dentro de campo.

Goleiro

O goleiro é o único jogador do time que pode utilizar as mãos dentro da grande área. O atleta é responsável por defender o gol aliado, além de auxiliar os zagueiros na movimentação da bola. Também é da responsabilidade do goleiro bater o tiro de meta.

Zagueiro

O zagueiro atua na linha de defesa de seu time, evitando que os jogadores adversários finalizem ou criem jogadas de perigo dentro da grande área.

O profissional é, na maioria dos casos, o jogador de linha mais recuado do time. Sua posição é estratégica para evitar que o time adversário consiga marcar um gol.

Meio-campista

À frente dos zagueiros, localizam-se os meio-campistas. Tais jogadores possuem a responsabilidade de conduzir a bola até os atacantes, seja por meio de passes ou lançamentos. Além disso, também cabe aos atletas desse setor recuperar a posse de bola e evitar que o time adversário chegue com perigo ao campo aliado.

Lateral

Assim como o nome sugere, o lateral atua nas extremidades do campo. O profissional deve conciliar sua parte defensiva, auxiliando os zagueiros na marcação dos jogadores adversários, com o ataque, avançando para auxiliar os meio-campistas e atacantes na formulação das jogadas.

Atacante

O atacante é o jogador que atua no setor mais ofensivo. Ele deve conduzir a bola até a grande área do time adversário e, com o auxílio de seus companheiros, marcar o gol. Vale ressaltar que existem diferentes possibilidades de posicionamentos no ataque, como os pontas e o centroavante.

Caso você tenha dúvidas se esta profissão é a escolha certa para você, não deixe de conferir o Teste Vocacional da Quero Bolsa. É rápido, gratuito e pode te ajudar nesta importante escolha profissional.

O jogador de futebol atua dentro de campo, representando determinado clube. O atleta pode atuar em diferentes competições, resultando em uma rotina de viagens para diferentes localidades e, em determinados casos, outros países. Também é importante ressaltar que o profissional pode representar um time internacional. Nesse caso, o jogador deve residir no país no qual atua.

Como exemplo do cenário apresentado, é válido mencionar competições como a Libertadores na América. O torneio envolve times de todo o continente sul-americano, demandando que o atleta viaje para diferentes países para disputar os jogos. Também é o caso de outras competições que podem acontecer em um país sede.

Além da rotina de jogos, o atleta convive diariamente no centro de treinamento, realizando exercícios de preparo físico, analisando as táticas para o próximo jogo e realizando o treinamento comandado pelo técnico do time.

Quanto ganha um Jogador de Futebol?

De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo CAGED), disponibilizados no site Salário.com, o jogador de futebol ganha, em média, R$ 7.422,27. Saiba, porém, que o valor mencionado representa a maioria dos atletas que atuam em times locais, ou então em competições de menor popularidade. Nesses casos, os valores podem ser ainda menores em relação ao apresentado.

Entretanto, quando a remuneração se refere aos profissionais que atuam por clubes de ampla popularidade, os valores podem ultrapassar R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais). Vale lembrar, porém, que tal cenário representa uma minoria nacional de atletas que atuam em grandes competições.

Por que ser um Jogador de futebol?

Panorama no estado de:
O mercado não apresenta crescimento nos últimos anos

Mas espera...selecionamos outras profissões que apresentam crescimento.

    Como se tornar um Jogador de futebol?

    Para atuar como jogador de futebol não existe caminho predeterminado. É importante que o profissional que deseja ingressar na carreira inicie pela categoria de base de um determinado clube, logo durante as primeiras fases da vida. Desse modo, o atleta poderá se desenvolver em competições sub-11, 13, 15 ou 17.

    Aliado ao desempenho na categoria base de um clube, o atleta deve treinar constantemente, visando aprimorar suas capacidades técnicas e físicas. Sem treinamento, o jogador não se destacará entre os demais esportistas, tampouco atrairá a atenção dos superiores.

    Também é importante que o jogador defina, desde o início, sua posição dentro de campo, seja zagueiro, goleiro, lateral, atacante ou meio-campista. Desse modo, o atleta compreenderá os aspectos que deve aprimorar, bem como as táticas ideais.

    Para ingressar profissionalmente em uma equipe, o jogador deve participar de "peneiras", termo usado para se referir aos testes de autoria dos clubes para selecionar os melhores atletas observados. Os futebolistas que contem uma boa performance nas avaliações podem conquistar contratos com novos times.

    Entretanto, é importante que o jogador possua, sobretudo, paciência, afinal, nem sempre ele será selecionado na primeira peneira em que participar. Por conta disso, cabe ao profissional possuir dedicação para almejar o seu espaço.

    Vale ressaltar que o jogador de futebol pode se profissionalizar a partir dos 16 anos, com um vínculo máximo de 5 anos de contrato. A medida é definida pela constituição e empregada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

    Em relação à aposentadoria, não existe uma idade máxima consolidada entre os jogadores de futebol. A média é de 35 anos, embora despedidas possam acontecer em fases anteriores ou posteriores da carreira dos profissionais.

    Aliado às competências técnicas, o jogador também pode se preparar intelectualmente. Possuir conhecimento em outros idiomas, por exemplo, pode facilitar a vida do profissional em caso de viagens internacionais.

    Caso seja do seu interesse ir além e possuir o conhecimento teórico da área, saiba que optar pelo curso superior de Educação Física pode ser uma boa alternativa. Para isso, acesse o site da Quero Bolsa e encontre descontos de até 80% para a formação.

    Vale a pena estudar para ter essa profissão?

    Ser formado ou não... eis a questão?

    Mais profissões da área de Outras

    Conheça mais profissões que combinam com você e compare as características dos cursos.