Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Vestibular e Enem

Como estudar Língua Portuguesa para o Enem e outros vestibulares?

por Isabela Giordan em 29/05/20

A prova de Linguagens do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é conhecida por ser longa e densa. Afinal, as questões com textos extensos podem exigir mais tempo de leitura e interpretação do que nos outros cadernos de avaliação. 

"Apesar de abordar conhecimentos de várias disciplinas, as questões referentes à Língua Portuguesa são as mais recorrentes. No entanto, a prova é bem equilibrada por cobrar as diferentes vertentes do português e, ao longo dos anos, pode-se perceber o maior peso que a interpretação de texto tem no exame", explica Mariana Bruno Chaves, coordenadora do setor pedagógico do Kumon.


Um levantamento realizado pela SAS Plataforma de Educação apontou que os temas mais cobrados na prova de Português entre os anos de 2009 e 2018 foram "Leitura e Interpretação de textos", sendo seguido por "Estrutura textual e análise do discurso"

      PORTUGUÊS

Assuntos que mais apareceram:Quantidade de vezes de 2009/2018:
Leitura e interpretação de texto246
Estrutura textual e análise de discurso149
Leitura e artes101
Variação linguística63
Gênero textual71
Literatura64
Relação intertextual24
Funções de linguagem28
Gramática21
Semântica18
Norma culta x Norma popular16
Figuras de linguagem9

Por isso, durante a rotina de estudos, pode ser um pouco confuso tentar administrar quais temáticas devem receber mais atenção. Para te ajudar, a Revista Quero conversou com a coordenadora pedagógica do Kumon, que listou dicas de como estudar a Língua Portuguesa para o Enem e outros vestibulares. Confira:

Como estudar gramática para o Enem?

A gramática pode ser um assunto que assusta facilmente os estudantes. Afinal, com tantas regras, como "decorar" tudo a tempo da prova? 

Para Mariana, apesar da atenção nesse tópico, o importante é que o vestibulando esteja pronto para "ver a gramática além das regras e nomenclaturas", já que o Enem dificilmente cobra conteúdos isolados de gramática, preferindo avaliar o conhecimento gramatical dos estudantes por meio de questões interpretativas. 

"Isso não significa que o candidato não deva se preparar estudando tópicos de gramática (já que esse conhecimento também será uma das competências exigidas na hora da redação). No entanto, é preciso que ele seja capaz de perceber, por exemplo, como a gramática pode ser utilizada na produção de sentido em diferentes tipos de textos", explica. 

De acordo com a professora e coordenadora, vale a pena focar nos seguintes tópicos:  

  • Funções da Linguagem;
  • Figuras da Linguagem;
  • Verbos;
  • Pronomes;
  • Coesão Textual;
  • Classes Gramaticais.

"A melhor maneira de estudar gramática para o Enem é respondendo provas anteriores para perceber a forma como o assunto é abordado, e então aprofundar o estudo dos tópicos que ainda não domina. Vale recorrer a gramáticas tradicionais, livros didáticos da escola, videoaulas na internet, tirar dúvidas com seu professor, etc", aconselha Mariana. 

Como estudar literatura para o Enem?

No caso da literatura, além de conhecer as escolas literárias, é importante que o estudante também conheça seus representantes, quais são as principais características de cada escola, assim como o contexto histórico em que estão inseridas, visto que Literatura e História sempre "caminham de mãos dadas".

Para a coordenadora pedagógica do Kumon, as escolas literárias que devem ser priozadas são Romantismo, Realismo e Modernismo.

Como aprimorar a interpretação de texto?

Como foi citado anteriormente, a prova de Liguagens do Enem cobra prioritariamente a interpretação de texto para que, assim, possa avaliar outras competências do candidato. E, nesse caso, tudo pode ser questão de treino. 

Por isso, para aperfeiçoar a sua capacidade de interpretação de textos, leia! 

"E quando falamos de leitura, não estamos nos referindo a simplesmente decodificar letras. Esse é apenas um dos processos. Um leitor competente é aquele que é capaz de aprender a ler também o que não está escrito, identificando elementos implícitos, estabelecendo relações entre o texto que lê e outros textos já lidos, percebendo que a um texto podem ser atribuídos vários sentidos, além de ter uma visão crítica sobre o que lê", reforça Mariana. 

Para a coordenadora, esse tipo de leitor competente só pode se formar por meio da prática de constante de leitura de textos diversificados. Por isso, ela indica que os estudantes tenham contato desde os clássicos literários à literatura contemporâna, incluindo sites de notícias, revistas, jornais impressos e tirinhas.

"Os anúncios publicitários, por exemplo, são 'pedida certa' para a análise linguística: tudo o que se oferece à leitura é um texto, logo, estamos sempre inferindo e interpretando, faz parte do cotidiano", explica.

10 dicas para melhorar os estudos de Língua Portuguesa no dia a dia

Para conseguir desenvolver e aperfeiçoar a capacidade línguística, o candidato precisa estudar em um ambiente que estimule a concentração e ofereça os recursos necessários, tais como dicionários, livros de referência e acesso à internet. 

Foto: Divulgação
como estudar português para o enem
Mariana Bruno Chaves, formada em Letras pela Universidade de São Paulo (USP) 
e coordenadora do setor pedagógico do Kumon

Para otimizar ainda mais o tempo de estudo, a coordenadora dá as seguintes dicas:

  • Estude um pouco todos os dias;
  • Selecione um horário para o estudo e procure seguir o horário pré-definido;
  • Reserve um tempo do seu dia para ler devagar;
  • Leia em voz alta sempre que sentir dificuldade;
"Essa prática auxilia muito na compreensão textual, já que, quando lemos em voz alta, não apenas decodificamos as letras visualmente, mas também escutamos aquilo que está sendo decodificado, podendo, assim, verificar o sentido do que está escrito ao mesmo tempo em que aguçamos nossa percepção."
  • Leia primeiro os enunciados para saber o que está sendo pedido;
  • Durante o estudo, faça anotações, paráfrases e comentários;
"Para conseguir compreender um texto, é recomendável fazer uma paráfrase, que nada mais é do que uma explicação ou uma nova apresentação do conteúdo, seguindo as ideias do autor.

Comece sublinhando as ideias principais, selecione as palavras-chave que identificar no texto, se precisar desenhe o esqueleto do texto em tópicos ou em pequenas frases. Você pode usar setinhas, canetas coloridas para diferenciar as palavras do seu esquema. Depois de encontrar as ideias ou palavras básicas, reescreva o texto de acordo com seu entendimento, expressando sua opinião sobre o tema."
  • Procure informações extras sobre os textos, livros e matérias estudadas (todo tipo de conhecimento é válido!);
  • Ao ler, atente-se também às ilustrações;
  • Na leitura, comece lendo os livros sobre os seus assuntos preferidos.

"Quanto à questão da concentração, não é um dificultador apenas para leitura, mas para todo o processo de preparo para a prova. Estabelecer rotinas, horários e sequências de atividades contribui muito para a capacidade de concentração. [...] Dar algumas pequenas pausas e intervalos para o descanso é tão importante quanto dedicar tempo e concentração suficientes para o estudo", finaliza Mariana.

Guia de Redação do Enem

Caso a sua maior dor de cabeça no Enem seja a redação, a Revista Quero pode te ajudar! O Guia de Redação do Enem foi preparado com todas as dicas de quem realmente entende sobre o assunto. E sabe o melhor? O conteúdo é totalmente gratuito! 

Baixar Guia sobre Redação

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
ALERTA DE VAGAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compare vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54