Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
034a0947f17da3b1ffa2cac77807e713a0c7595a Cad4289abdb7425ccae2f9b377a959eb7b84ac71
Vestibular e Enem

8 temas sobre a água que podem cair no Enem 2019

por Marcela Coelho em 22/03/19 1,3 mil visualizações

Os dias de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 já estão marcados: 3 e 10 de novembro. Nas últimas edições, as provas têm apresentado uma parcela de questões que abordam os impactos ambientais resultantes da ação humana na natureza. Dentre os muitos impactos, a água é um assunto recorrente devido à grande relevância.

 Neste Dia Mundial da Água, vale a pena relembrar tópicos importantes sobre o tema que podem ser cobrados no Enem. A Revista QB conversou com o Hugo Anselmo, autor e professor de geografia do Curso Anglo, e com o Igor Aleixo, autor do material de geografia do Sistema de Ensino pH, que elencaram esses itens. Confira:

1. Distribuição de água no planeta

Embora aproximadamente 71% do planeta seja coberto por água, a distribuição nos países é bastante irregular. Além disso, o volume de água doce na superfície terrestre é pequeno: apenas 2,5%. Desse total, somente 0,3% está disponível em rios e lagos, onde pode ser utilizada facilmente pela humanidade.

“Algumas regiões, como é o caso da América do Sul, Canadá, Rússia e Austrália possuem elevada quantidade de água disponível por habitante, enquanto o Sudeste Asiático e parte expressiva do continente africano possuem baixa disponibilidade de água per capita”, comenta o professor do Curso Anglo.

O saneamento básico também é outro fator que agrava a distribuição do recurso. Segundo o “Relatório Mundial das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento dos Recursos Hídricos 2019: Não deixar ninguém para trás”, só 24% de regiões da África Subsaariana contam com serviço seguro de água potável. 

2. Acesso à água potável e saúde pública

De acordo com a ONG Water.org, a cada 90 segundos uma criança morre devido a doenças vinculadas ao consumo de água de má qualidade. E em todo o globo, mais de 80% das águas residuais retornam ao meio ambiente sem tratamento.

“Por isso, diversas doenças, sobretudo cólera, amebíase, esquistossomose e leptospirose, permanecem sendo difundidas, especialmente em países subdesenvolvidos”, falou Hugo. Doenças como a dengue e a Chikungunya também estão relacionados à água.

3. Crise hídrica

Recentemente, entre 2014 e 2016, diversos estados do Brasil, principalmente São Paulo, sofreram uma grave crise de desabastecimento de água.

Para o professor do Curso Anglo, a crise hídrica chamou a atenção para diversos problemas no país:


“carência de infraestrutura adequada para reaproveitamento e tratamento de água, falta de investimentos em obras de reparação do sistema de distribuição e necessidade de setores como a agropecuária, indústria, comércio e serviços reduzir o consumo de água em suas atividades”.

O autor do material de geografia do Sistema de Ensino pH ainda explicou que, com o aumento das transformações humanas no espaço natural presente em grande escala, os ecossistemas sofreram, ocasionando a diminuição da biodiversidade e a menor oferta de recursos, muitos deles vitais para a vida.

Alguns fatores que podem implicar nesse desabastecimento hídrico no mundo são “destruição de nascentes dos rios e matas ciliares, desmatamento, urbanização desordenada, infraestrutura precária, além de fenômenos sazonais naturais como o El Niño”.

Crise hídrica

4. Enchentes

As enchentes urbanas são um grande problema para as cidades brasileiras. Em favor da especulação imobiliária e a falta de preparação dos órgãos públicos, as cidades crescem horizontalmente sobre rios e baías.

“O processo de formação de aterros, impermeabilização do solo, destruição de matas ciliares, assoreamento e entupimento das galerias fluviais, associados com chuvas de alta intensidade, culminam no extravasamento da água dos rios para as vias públicas, causando transtornos para a vida urbana”, disse Igor.

5. Disputa pela água

Segundo o relatório da ONU, houve um aumento significativo dos conflitos relacionados à água: de 2000 a 2009 foram 94, enquanto de 2010 a 2018 foram 263.

O professor Hugo explicou que tais conflitos, em geral, estão associados à mineração, consequentemente a contaminação de recursos hídricos por essas empresas, construção de hidrelétricas e controle de cursos d’água em zonas rurais, envolvendo fazendeiros e comunidades tradicionais, como indígenas e ribeirinhos. Para Igor, a diminuição da oferta desse recurso e o aumento populacional em cidades de países desenvolvidos e subdesenvolvidos são outros aspectos responsáveis pelas disputas.

No mundo, alguns conflitos observados são o da Palestina e a disputa pelo controle do Rio Jordão, o da Turquia, envolvida em instabilidades devido ao controle dos rios Tigre e Eufrates, e o do Rio Nilo, cujo acesso é monopolizado pelo Egito e Sudão, mas diversos países africanos, como Etiópia, Quênia, e Uganda exigem uma nova partilha.

Leia mais: 10 dados estatísticos sobre a água para usar na redação do Enem e vestibular
Quais são as matérias que mais caem no Enem?

6. Chuva ácida

A chuva ácida já é uma realidade em metrópoles e pode provocar desde doenças de pele em seres humanos a extinção de espécies mais sensíveis da fauna e da flora e o desgaste mais frequente de monumentos e edificações.

“Um dos causadores da chuva ácida é a poluição atmosférica gerada pela queima de combustíveis fósseis provenientes principalmente das atividades industriais e do setor de transportes, que altera o pH das chuvas”, afirmou Igor.

7. Água virtual

A água virtual é o termo utilizado para se referir ao volume de água utilizado em diversos setores e atividades produtivas, como a agropecuária e a indústria.

“Um exemplo é a produção de carne bovina, que requer aproximadamente 15 mil litros de água para produzir 1 quilo de carne. Isso torna o Brasil um dos maiores exportadores de água virtual do mundo”, falou o especialista do pH.

8. Erosão fluvial em encostas

O Brasil é um país de relevo antigo, contando com baixas e médias altitudes. Mesmo assim apresenta um mosaico de formas que culminam em encostas de declividade média à acentuada. Além disso, uma parte significativa do país apresenta chuvas constantes ao longo do ano e muito intensas durante o verão.

Igor esclareceu que: 


“A associação entre um relevo de morros e altos índices pluviométricos acaba por criar rios temporários nas irregularidades de nossas vertentes. Essas irregularidades aumentam de volume na medida que a água carrega seus sedimentos (erosão). Quando a imperfeição atinge um volume dramático de perda de solo, é considerado um impacto ambiental de nome voçoroca”.
034a0947f17da3b1ffa2cac77807e713a0c7595a Cad4289abdb7425ccae2f9b377a959eb7b84ac71

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
ALERTA DE VAGAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compare vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Basta entrar em contato conosco em até 6 meses após o pagamento, informando seus dados e o motivo da devolução.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2019 CNPJ: 10.542.212/0001-54