Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
034a0947f17da3b1ffa2cac77807e713a0c7595a Cad4289abdb7425ccae2f9b377a959eb7b84ac71
Vestibular e Enem

8 temas sobre a água que podem cair no Enem 2019

por Marcela Coelho em 22/03/19 600 visualizações

Os dias de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 já estão marcados: 3 e 10 de novembro. Nas últimas edições, as provas têm apresentado uma parcela de questões que abordam os impactos ambientais resultantes da ação humana na natureza. Dentre os muitos impactos, a água é um assunto recorrente devido à grande relevância.

Neste Dia Mundial da Água, vale a pena relembrar tópicos importantes sobre o tema que podem ser cobrados no Enem. A Revista QB conversou com o Hugo Anselmo, autor e professor de geografia do Curso Anglo, e com o Igor Aleixo, autor do material de geografia do Sistema de Ensino pH, que elencaram esses itens. Confira:

1. Distribuição de água no planeta

Embora aproximadamente 71% do planeta seja coberto por água, a distribuição nos países é bastante irregular. Além disso, o volume de água doce na superfície terrestre é pequeno: apenas 2,5%. Desse total, somente 0,3% está disponível em rios e lagos, onde pode ser utilizada facilmente pela humanidade.

“Algumas regiões, como é o caso da América do Sul, Canadá, Rússia e Austrália possuem elevada quantidade de água disponível por habitante, enquanto o Sudeste Asiático e parte expressiva do continente africano possuem baixa disponibilidade de água per capita”, comenta o professor do Curso Anglo.

O saneamento básico também é outro fator que agrava a distribuição do recurso. Segundo o “Relatório Mundial das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento dos Recursos Hídricos 2019: Não deixar ninguém para trás”, só 24% de regiões da África Subsaariana contam com serviço seguro de água potável. 

2. Acesso à água potável e saúde pública

De acordo com a ONG Water.org, a cada 90 segundos uma criança morre devido a doenças vinculadas ao consumo de água de má qualidade. E em todo o globo, mais de 80% das águas residuais retornam ao meio ambiente sem tratamento.

“Por isso, diversas doenças, sobretudo cólera, amebíase, esquistossomose e leptospirose, permanecem sendo difundidas, especialmente em países subdesenvolvidos”, falou Hugo. Doenças como a dengue e a Chikungunya também estão relacionados à água.

3. Crise hídrica

Recentemente, entre 2014 e 2016, diversos estados do Brasil, principalmente São Paulo, sofreram uma grave crise de desabastecimento de água.

Para o professor do Curso Anglo, a crise hídrica chamou a atenção para diversos problemas no país:


“carência de infraestrutura adequada para reaproveitamento e tratamento de água, falta de investimentos em obras de reparação do sistema de distribuição e necessidade de setores como a agropecuária, indústria, comércio e serviços reduzir o consumo de água em suas atividades”.

O autor do material de geografia do Sistema de Ensino pH ainda explicou que, com o aumento das transformações humanas no espaço natural presente em grande escala, os ecossistemas sofreram, ocasionando a diminuição da biodiversidade e a menor oferta de recursos, muitos deles vitais para a vida.

Alguns fatores que podem implicar nesse desabastecimento hídrico no mundo são “destruição de nascentes dos rios e matas ciliares, desmatamento, urbanização desordenada, infraestrutura precária, além de fenômenos sazonais naturais como o El Niño”.


4. Enchentes

As enchentes urbanas são um grande problema para as cidades brasileiras. Em favor da especulação imobiliária e a falta de preparação dos órgãos públicos, as cidades crescem horizontalmente sobre rios e baías.

“O processo de formação de aterros, impermeabilização do solo, destruição de matas ciliares, assoreamento e entupimento das galerias fluviais, associados com chuvas de alta intensidade, culminam no extravasamento da água dos rios para as vias públicas, causando transtornos para a vida urbana”, disse Igor.

5. Disputa pela água

Segundo o relatório da ONU, houve um aumento significativo dos conflitos relacionados à água: de 2000 a 2009 foram 94, enquanto de 2010 a 2018 foram 263.

O professor Hugo explicou que tais conflitos, em geral, estão associados à mineração, consequentemente a contaminação de recursos hídricos por essas empresas, construção de hidrelétricas e controle de cursos d’água em zonas rurais, envolvendo fazendeiros e comunidades tradicionais, como indígenas e ribeirinhos. Para Igor, a diminuição da oferta desse recurso e o aumento populacional em cidades de países desenvolvidos e subdesenvolvidos são outros aspectos responsáveis pelas disputas.

No mundo, alguns conflitos observados são o da Palestina e a disputa pelo controle do Rio Jordão, o da Turquia, envolvida em instabilidades devido ao controle dos rios Tigre e Eufrates, e o do Rio Nilo, cujo acesso é monopolizado pelo Egito e Sudão, mas diversos países africanos, como Etiópia, Quênia, e Uganda exigem uma nova partilha.

Leia mais: 10 dados estatísticos sobre a água para usar na redação do Enem e vestibular
Quais são as matérias que mais caem no Enem?

6. Chuva ácida

A chuva ácida já é uma realidade em metrópoles e pode provocar desde doenças de pele em seres humanos a extinção de espécies mais sensíveis da fauna e da flora e o desgaste mais frequente de monumentos e edificações.

“Um dos causadores da chuva ácida é a poluição atmosférica gerada pela queima de combustíveis fósseis provenientes principalmente das atividades industriais e do setor de transportes, que altera o pH das chuvas”, afirmou Igor.

7. Água virtual

A água virtual é o termo utilizado para se referir ao volume de água utilizado em diversos setores e atividades produtivas, como a agropecuária e a indústria.

“Um exemplo é a produção de carne bovina, que requer aproximadamente 15 mil litros de água para produzir 1 quilo de carne. Isso torna o Brasil um dos maiores exportadores de água virtual do mundo”, falou o especialista do pH.

8. Erosão fluvial em encostas

O Brasil é um país de relevo antigo, contando com baixas e médias altitudes. Mesmo assim apresenta um mosaico de formas que culminam em encostas de declividade média à acentuada. Além disso, uma parte significativa do país apresenta chuvas constantes ao longo do ano e muito intensas durante o verão.

Igor esclareceu que: 


“A associação entre um relevo de morros e altos índices pluviométricos acaba por criar rios temporários nas irregularidades de nossas vertentes. Essas irregularidades aumentam de volume na medida que a água carrega seus sedimentos (erosão). Quando a imperfeição atinge um volume dramático de perda de solo, é considerado um impacto ambiental de nome voçoroca”.
034a0947f17da3b1ffa2cac77807e713a0c7595a Cad4289abdb7425ccae2f9b377a959eb7b84ac71

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE BOLSAS i-close
Já sabe qual curso fazer na faculdade e gostaria de uma bolsa de estudo?
ALERTA DE BOLSAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE BOLSAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra bolsas de estudo de até 75% de desconto nas melhores faculdades do país.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de bolsas de estudo disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE BOLSAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE BOLSAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores bolsas de estudo chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber bolsas de estudo de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Já sabe qual curso fazer na faculdade e gostaria de uma bolsa de estudo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Basta entrar em contato conosco em até 6 meses após o pagamento, informando seus dados e o motivo da devolução.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2019 CNPJ: 10.542.212/0001-54