Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

Quanto ganha um Advogado? Salário e carreira na área de Direito

Selecionamos informações sobre a profissão de Advogado, incluindo salários por cidade e especialidade. Tudo para você escolher a carreira perfeita para você. Com a Quero Bolsa é assim, a gente te ajuda a escolher sua carreira e entrar na faculdade ideal com um super desconto.
Salário médio no Brasil Advogado R$ 4.752,14
Maior salário médio por estado Distrito Federal R$ 7.310,51
Maior salário médio por especialidade Advogado (Direito do Trabalho) R$ 11.023,82

Qual o salário de um Advogado?

O salário médio de um Advogado no Brasil é de R$ 4.752,14.
Os estados onde a profissão de Advogado têm os melhores salários são Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo.

As especialidades com os melhores salários são Advogado (Direito do Trabalho), Advogado (Direito Penal) e Advogado (Areas Especiais).

Essas informações são baseadas nas 11475 contratações que aconteceram no último ano, em todo o Brasil.

Salário de um Advogado por especialidade
Especialidade Salário médio
Advogado (Direito do Trabalho) R$ 11.023,82
Advogado (Direito Penal) R$ 9.972,78
Advogado (Areas Especiais) R$ 9.542,59
Advogado (Direito Publico) R$ 9.001,79
Advogado (Direito Civil) R$ 8.470,39
Advogado de Empresa R$ 8.304,33
Consultor Juridico R$ 5.781,57
Advogado R$ 4.578,45
Estude Direito pagando menos!
As melhores ofertas para você começar a estudar pagando menos Ver bolsas de estudo

Como é a carreira de Advogado?

Um advogado é um profissional que trabalha no campo do direito, representando indivíduos, empresas ou organizações em questões legais. O trabalho de um advogado começa com a análise do caso e a pesquisa de leis e precedentes relevantes. Eles se comunicam com seus clientes para entender os fatos e circunstâncias do caso e discutir as opções disponíveis.


O advogado de defesa então prepara documentos legais, como petições, moções e ações judiciais, e apresenta-os aos tribunais ou outras autoridades competentes. Eles também podem negociar acordos com a outra parte, representar seus clientes em audiências e julgamentos, e fornecer aconselhamento jurídico contínuo.


Além disso, os advogados também são responsáveis por manter-se atualizados com as mudanças na legislação e regulamentação e interpretar o impacto dessas mudanças para seus clientes. Eles também podem aconselhar empresas em questões relacionadas à conformidade regulatória e gerenciamento de risco.


A atuação do advogado envolve atividades de advocacia e de consultoria jurídica. Ambas as denominações se referem a atuações distintas. Isso porque a advocacia envolve representar e defender os interesses legais de clientes em processos judiciais ou administrativos. Já a consultoria jurídica envolve fornecer aconselhamento e orientação jurídica a indivíduos, empresas e organizações em questões legais, sem necessariamente representá-los em processos judiciais.


A advocacia abrange diferentes áreas de especialização, permitindo que os advogados concentrem seus conhecimentos e práticas em diferentes ramos do direito. As possibilidades englobam:


  • Advogado Criminalista: O advogado criminalista, também conhecido como advogado penal, é especializado em direito penal e representa clientes envolvidos em processos criminais, auxiliando-os em todas as etapas do processo, desde a investigação policial até o julgamento. Para ingressar nessa área, é necessário obter um diploma em Direito e, posteriormente, aprofundar os conhecimentos por meio da pós-graduação em Direito Penal.
  • Advogado Civil (Civilista): O advogado civil, também conhecido como civilista, lida com questões relacionadas ao direito civil, que abrange áreas como contratos, responsabilidade civil, direito das famílias, direito das sucessões, entre outras. Para ingressar nessa área, é necessário obter um diploma em Direito e desenvolver habilidades em negociação, mediação e resolução alternativa de conflitos. Também é possível obter os conhecimentos do setor por meio da pós-graduação em Direito Civil.
  • Advogado Trabalhista: O advogado trabalhista concentra-se em questões relacionadas ao direito do trabalho e às relações entre empregados e empregadores. Eles representam trabalhadores ou empregadores em disputas trabalhistas, como demissões injustas, acordos coletivos, negociação de salários e benefícios, entre outros. Para ingressar nessa área, é necessário obter um diploma em Direito e aprofundar os conhecimentos em legislação trabalhista e previdenciária, bem como estar atualizado sobre as leis e as práticas trabalhistas em vigor.
  • Advogado de Família: O advogado de família lida com questões relacionadas ao direito de família, como divórcios, pensão alimentícia, guarda de crianças, adoção, entre outros assuntos familiares. Eles auxiliam os clientes na resolução de conflitos familiares e na proteção dos direitos e interesses dos envolvidos. Para ingressar nessa área, é necessário obter um diploma em Direito e concluir a pós-graduação em Direito de Família.
  • Advogado do Estado (público): O advogado do estado, também conhecido como advogado público, é o profissional que atua na área do direito público, representando o Estado em questões jurídicas. Sua principal função é defender os interesses dos poderes públicos em processos judiciais e administrativos, além de prestar consultoria jurídica aos órgãos governamentais.


Em resumo, o trabalho de um advogado envolve uma ampla gama de atividades, desde pesquisa jurídica e preparação de documentos até representação em tribunal e aconselhamento contínuo. É um trabalho exigente que requer habilidades analíticas, conhecimento jurídico sólido e excelentes habilidades de comunicação.


Caso você tenha dúvidas se essa profissão é a escolha certa para você, não deixe de conferir o Teste Vocacional da Quero Bolsa. É rápido, gratuito e pode te ajudar nessa importante escolha profissional.

A função de um advogado é garantir a aplicação da lei na defesa dos interesses de seus clientes. Isso envolve a representação legal em tribunais ou em negociações extrajudiciais, onde o advogado argumenta com base na legislação vigente e na jurisprudência para proteger os direitos de seu cliente.

Outro aspecto da advocacia é a consultoria legal, onde o advogado aconselha os clientes sobre seus direitos e deveres, ajudando-os a navegar pelo sistema legal.

Os advogados também desempenham um papel na elaboração e revisão de documentos legais, como contratos, testamentos e documentos empresariais, garantindo que eles estejam em conformidade com as leis atuais e protejam os interesses dos envolvidos. Além disso, eles frequentemente atuam como mediadores e conciliadores, buscando soluções eficazes para disputas.

Na esfera pública, os advogados contribuem para o desenvolvimento e a reforma da legislação, utilizando sua experiência e compreensão do direito para influenciar políticas públicas e promover a justiça social.

Em relação à área, está em trâmite o Projeto de Lei 5109/23, que visa garantir medidas de proteção pessoal a advogadas e advogados que enfrentarem agressões durante o exercício de sua profissão.

De acordo com a proposta em análise na Câmara dos Deputados, medidas protetivas de urgência poderão ser concedidas pelo juiz com base no depoimento do advogado agredido perante a autoridade policial ou mediante apresentação de alegações por escrito.

Projeto permite ao juiz citar acusado, durante audiência de custódia, por outros processos:
Na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 6209/23 está em tramitação. Esse projeto propõe que, durante as audiências de custódia, o juiz de garantia tenha permissão para informar formalmente o acusado sobre outros processos suspensos por falta desse procedimento judicial.

A citação é o ato pelo qual uma pessoa é oficialmente notificada sobre as acusações que pesam contra ela em um processo legal, assegurando-lhe o direito de se defender perante a justiça.

De acordo com o deputado Delegado Palumbo (São Paulo), proponente da medida, as audiências de custódia representam uma oportunidade relevante para que o juiz identifique outros processos em curso contra o acusado e, se necessário, realize a citação.

A proposta será submetida à análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania em caráter conclusivo.

Na prática, o advogado pode trabalhar atuar em áreas como direito civil, criminal, trabalhista, tributário, empresarial, entre outras. Também pode atuar como advogado autônomo, prestando serviços jurídicos para clientes em sua própria prática.

O advogado também pode se especializar em uma área específica do Direito, fazendo cursos de pós-graduação, mestrado ou doutorado. Também pode buscar aperfeiçoamento por meio de cursos de atualização e participação em eventos e congressos da área.

A carreira de advogado envolve pesquisa e análise de leis e precedentes, bem como a preparação de documentos legais, como petições e contratos. O advogado também pode representar seus clientes em audiências, julgamentos, negociações e mediações, além de fornecer aconselhamento jurídico contínuo.

Procuradoria Nacional acumula mais de 1,3 mil atuações desde 2022:
Desde fevereiro de 2022, a Procuradoria Nacional de Prerrogativas interveio em 1.347 ocasiões para salvaguardar os direitos das advogadas e advogados que buscaram formalmente o respaldo da OAB. Essas informações foram primeiramente divulgadas no site da OAB.

Essas intervenções ocorreram em situações específicas nos Tribunais Superiores, Tribunais Regionais Federais, Tribunais Regionais do Trabalho, Tribunais de Justiça, Tribunal de Contas da União, Ministérios e Conselhos do Ministério Público, Nacional e da Justiça Federal.

Segundo o procurador Nacional de Defesa das Prerrogativas, Alex Sarkis, "o último ano foi repleto de desafios e colocou à prova a eficácia do Sistema de Prerrogativas da OAB, que obteve êxitos tanto no âmbito judicial quanto institucional e legislativo".

Dentre as ações da Procuradoria, destacam-se cerca de 570 petições judiciais e 500 ofícios. Esses documentos englobam, por exemplo, memoriais, petições de assistência, solicitações para ingresso em processos como terceiro interessado ou amicus curiae, manifestações, recursos, petições iniciais, entre outros.

Para se tornar um advogado, é necessário ter concluído um curso de graduação em Direito em uma faculdade ou universidade reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Após a graduação, é necessário passar no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para obter a licença para atuar como advogado.

Além da formação acadêmica, o mercado exige experiência prática na área, seja por meio de estágios durante a faculdade ou por meio de trabalhos em escritórios de advocacia ou em departamentos jurídicos de empresas.

Para se destacar no mercado, é importante que o advogado invista em sua formação contínua, participando de cursos de atualização e especialização em áreas específicas do direito. O mercado também valoriza habilidades como liderança, resolução de conflitos, negociação e capacidade de trabalhar em equipe.

No Brasil, a média salarial de advogados gira em torno de R$ 4.752,14. Os estados que oferecem os salários mais altos para a profissão de Advogado são o Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo. As especialidades que costumam proporcionar os melhores ganhos incluem Advogado (Direito do Trabalho), Advogado (Direito Penal) e Advogado (Áreas Especiais).

Levando em conta os cursos presenciais nas instituições privadas, Direito é a formação que mais ofereceu vagas para ingresso em cursos de graduação no ano de 2022 (478.791).

Por outro lado, em cursos presenciais de instituições públicas, Direito é o segundo curso que mais disponibilizou vagas: 27.461, atrás de Pedagogia (34.786). As informações foram veiculadas no Censo da Educação Superior 2022, de autoria no Inep.

Livro de membro honorário vitalício da OAB é escolhido entre as obras essenciais do Direito Constitucional:
"Garantias Constitucionais e Segurança Jurídica", escrito pelo presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB Nacional, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, foi selecionado como um dos 18 livros de Direito Constitucional fundamentais para juristas e estudantes de Direito pela plataforma Fórum. Lançada em 2015 pela editora Fórum, a obra lança luz sobre os aspectos históricos, conceituais, jurisprudenciais e principiológicos da segurança jurídica.

Essas informações foram inicialmente divulgadas no site da OAB.

Marcus Vinicius destacou ao site: "A insegurança e as descontinuidades que permeiam as relações jurídicas na contemporaneidade exigem novas e aprofundadas reflexões sobre as garantias constitucionais e a segurança jurídica, temas imprescindíveis para a consolidação do Estado democrático de direito e a efetivação dos direitos constitucionais".

Ver mais sobre essa carreira

A Quero Bolsa te ajuda a encontrar sua faculdade

A Quero Bolsa é um serviço que te ajuda a encontrar a sua faculdade ideal e a economizar nas mensalidades. Por meio do nosso site, você consegue vagas em mais de 1100 faculdades. Basta fazer a pré-matrícula para garantir seu curso!
Ilustração de uma pessoa com uma coroa na cabeça
  • Você encontra sua vaga e faz a pré-matrícula na hora
  • O desconto da Quero Bolsa é valido até o fim do curso
  • Bolsa garantida ou seu dinheiro de volta