Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Vestibular e Enem

Atualidades Enem: Liberdade de expressão

por Giovana Murça em 23/01/20

A frase “Eu discordo do que dizes, mas defenderei até a morte o teu direito de dizê-lo”, atribuída ao filósofo iluminista Voltaire, expressa bem o conceito de liberdade de expressão.

liberdade de expressão
(Reprodução/Internet)

A liberdade de expressão é o direito de manifestar ideias, pensamentos e opiniões livremente. A liberdade de pensamento, consciência, opinião e expressão é garantida na Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Hoje, a liberdade de expressão também é assegurada na Constituição Brasileira de 1988. O direito mantém a democracia e a sociedade, pois garante a pluralidade de ideias e o direito a todos se expressarem suas opiniões e participarem da democracia.

Art. 5°, IV – é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato; 
Art. 5°, IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença; 
Art. 5°, XIV – é assegurado a todos o acesso à informação e resguardo do sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional.

A liberdade de expressão na história

A ideia de liberdade de expressão surgiu junto com a democracia na Grécia Antiga. Na época, os homens livres, únicos que eram considerados cidadãos, tinham a liberdade de expressar suas ideias em assembleias. 

Já na Idade Média, os reis absolutistas censuravam seus súditos e proibia a Igreja Católica pregava alguns dogmas, verdades incontestáveis que não podiam ser questionadas. Um desses dogmas era a crença no geocentrismo. O físico Galileu Galilei foi perseguido na época por defender o heliocentrismo, provando que o Sol era o centro do Universo e não a Terra.

liberdade de expressão
Galileu Galilei sendo julgado pela Santa Inquisição da Igreja Católica (Wikimedia Commons)

No Brasil, a Constituição de 1824 do Império foi a primeira a incluir a liberdade de manifestação de opiniões, mas restrito a homens brancos e com poder econômico, e a liberdade de imprensa.

Entretanto, a liberdade de expressão foi riscada da constituição e substituída pela censura durante a ditadura do Estado Novo de Getúlio Vargas. Anos depois, na Ditadura Militar, só eram aceitas opiniões que não infringissem a ordem pública e os bons costumes. 

Durante o período, jornais e obras artísticas passavam pela análise de censores e, muitas vezes, eram desaprovadas pelo Departamento de Censura de Diversões Públicas (DCDP). Em jornais, era comum que quando algo era censurado, fosse substituído por poemas ou receitas culinárias.

liberdade de expressão
Jornal censurado durante a Ditadura Militar (Reprodução/Internet)

Nas músicas, os compositores buscavam criar letras que denunciassem os abusos da ditadura de forma mascarada, com ironias, duplos sentidos e estratégias linguísticas. Um exemplo é a canção Cálice, de Chico Buarque, que tem o duplo sentido de "cale-se".

Os limites da liberdade de expressão

Hoje, a censura de natureza política, ideológica e artística é proibida por lei. A constituição não impede que alguém se expresse, mas o indivíduo deve arcar com as consequências previstas na lei. 

A liberdade de expressão não pode se sobrepor à dignidade da vida humana nem ferir outros direitos da constituição. São ilegais as declarações que incitam a violência, se caracterizem como racistas, fazem apologia a crimes ou acarretam em calúnia, injúria ou difamação.

O humor é um dos gêneros que vive nos limites da liberdade de expressão. Recentemente, tornou-se assunto no Brasil a decisão da Justiça do Estado do Rio de Janeiro de retirar do ar o especial de Natal do grupo Porta dos Fundos da plataforma Netflix.

liberdade de expressão
A Primeira Tentação de Cristo, filme do grupo Porta dos Fundos (Divulgação/Netflix)

No episódio chamado “A Primeira Tentação de Cristo”, o Porta dos Fundos retrata Jesus Cristo como um homossexual que se envolve com Lúcifer e mostra Maria traindo José com Deus. 

A decisão da justiça afirma que a obra viola o direito de liberdade de crença dos cristãos. O caso causou polêmica nas redes sociais e foi vista como uma censura, pois impedia os humoristas de expressarem sua opinião. Em defesa à liberdade de expressão, a decisão foi derrubada pelo Supremo Tribunal Federal.

Liberdade de expressão x Discurso de ódio

Quando um discurso vai além dos limites da liberdade de expressão e agride ou ofende um grupo, ele é considerado um discurso de ódio. Mesmo que pareçam apenas piadas ou opiniões, esses discursos perpetuam a opressão e violência contra mulheres, homossexuais, negros e outras minorias.

liberdade de expressão
(Reprodução/Internet)

Pode cair no Enem?

De acordo com Edmilson Castro, coordenador do Ensino Médio da Escola Viva, o tema liberdade de expressão está sempre presente no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nas questões de Sociologia, História e Geopolítica. 

“Não necessariamente o exame vai cobrar uma pergunta que envolve diretamente a resposta ‘liberdade de expressão’, mas a resposta, muitas vezes, depende do aluno entender a importância dela no contexto social”, explica Edmilson.

O tema é multidisciplinar e transversal. O coordenador esclarece que o assunto pode ser visto na organização das sociedades democráticas, totalitárias e liberais, em alguns momentos da história e aprendendo sobre o pensamento de filósofos como Kant, Marx e Weber.

liberdade de expressão
Questão do Enem 2019 sobre liberdade de expressão - Resposta: D (Reprodução/Inep)

E na redação?

Edmilson não acredita que a redação do Enem 2020 possa propor o tema liberdade de expressão. Entretanto, a prova pode abordar sobre direitos de minorias e tratar, indiretamente, sobre liberdade de expressão, já que por ser minoria, muitas dessas pessoas não têm esse direito na prática.

“Quando o Enem 2017 abordou a questão dos deficientes auditivos, também estávamos falando sobre liberdade de expressão. É um grupo que usa um certo tipo de linguagem e tem certo tipo de sensibilidade, mas que não é majoritário e que, portanto, em diferentes lugares da sociedade não é considerado e ouvido”, exemplifica.

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
ALERTA DE VAGAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compare vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54