Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Filosofia

Filosofia contemporânea

Natália Cruz
Publicado por Natália Cruz
Última atualização: 27/6/2019

Introdução

A filosofia contemporânea é a maneira de pensar racionalmente desenvolvida desde o final do século XVIII até os dias atuais. A Revolução Francesa é o marco inicial da chamada Idade Contemporânea, da qual a filosofia contemporânea faz parte.

Liberdade Conduzindo o povo, Delacroix, 1830.

📚 Você vai prestar o Enem 2020? Estude de graça com o Plano de Estudo Enem De Boa 📚

Contexto Histórico

O período pós Revolução Industrial é, em grande parte, marcado pelo desenvolvimento e consolidação do capitalismo. É neste contexto, marcado ainda pelos ideais da Revolução Francesa, que no final do século XVIII e no decorrer de todos os séculos XIX e XX, o pensamento filosófico contemporâneo passou a tomar forma.

O período no qual a filosofia contemporânea emerge é marcado pela mudança, incertezas, dúvidas, novidades e medo. O século XIX foi caracterizado por intensas transformações no modo de vida, com intenso êxodo rural, intensificação das disputas e conflitos entre proletariado e burguesia. 

O nascimento dos movimentos sociais, das primeiras lutas feministas pelo direito ao voto, o nascimento da Sociologia e o desenvolvimento das ciências naturais foram, também, características marcantes no decorrer do século XIX.

No século XX, por sua vez, o mundo foi marcado pelos conflitos e incertezas causados pelas duas grandes guerrasmundiais, pela Guerra Fria, as corridas armamentista e espacial, o desenvolvimento de governos extremistas como o fascismo e nazismo, o desenvolvimento e uso de diversas tecnologias, o surgimento dos primeiros televisores, a indústria cultural e os ataques nucleares.

Já nas primeiras décadas do século XXI, o mundo pode observar os avanços tecnológicos e as mudanças nas relações humanas.

Todas as transformações que vem acontecendo desde o fim do século XVIII e toda reestruturação do mundo serviram como base para o desenvolvimento de várias escolas filosóficas contemporâneas e de novas linhas de interesse e abordagem filosófica.

🎓 Você ainda não sabe qual curso fazer? Tire suas dúvidas com o Teste Vocacional Grátis do Quero Bolsa 🎓

Bombardeio em Colônia, Alemanha na 2ª Guerra Mundial

Características

A filosofia contemporânea possui algumas características que a diferem das outras correntes filosóficas. Muitas dessas ideias fazem parte, inclusive, dos pensamentos filosóficos da Escola de Frankfurt. Dentre as características principais merecem destaque:

  • O pragmatismo, o cientificismo e as ideias positivistas;
  • Utilitarismo;
  • Racionalismo;
  • Liberdade, que serviu de base às ideias liberais;
  • Existencialismo;
  • Pluralismo, com a abordagem de diversos temas distintos;
  • Subjetividade.

Principais Problemas

A filosofia contemporânea aborda uma série de questões que estão especialmente ligadas ao contexto histórico e social em que o pensamento filosófico se desenvolve.

Dentre os problemas destacados, o mais emblemático deles foi levantado por Karl Marx, ao estabelecer as relações originadas a partir do fortalecimento do sistema capitalista e das novas relações de trabalho e conflitos travados entre burguesia e proletariado, bem como do surgimento de duas classes sociais distintas e que estariam em constante conflito.

O existencialismo de Jean Paul Sartre, que tem a liberdade, a existência metafísica e as condições de existência dos seres como suas maiores preocupações e base de pensamento e construções filosóficas.

O surgimento da Psicanálise, tendo em Sigmund Freud seu maior expoente. A Psicanálise questionou a maneira como as ciências ligadas à psique eram desenvolvidas e passou a adotar o inconsciente como um poder atuante sobre o desenvolvimento e ações da consciência.

A teoria crítica da escola de Frankfurt, que analisou a indústria cultural e o surgimento da cultura rápida e voltada para o consumo imediato das massas, sem o levantamento de ideias ou propostas críticas, também ganhou destaque dentro da filosofia contemporânea.

Karl Marx

Principais Autores

Dentre os principais autores da filosofia contemporânea, destacam-se:

  • Auguste Comte (1798-1857): precursor dos pensamentos positivistas e da Sociologia. Fundador da escola positivista de filosofia, Comte pauta suas ideias no desenvolvimento de uma ciência inspirada no progresso científico e na apresentação de dados.
  • Friederich Hegel (1770-1831): um dos maiores expoentes do idealismo cultural alemão. Hegel usa a dialética, que define como movimento da realidade que deve ser aplicado ao pensamento. Hegel usa, também, como base da sua teoria hegeliana, o saber e a consciência.
  • Ludwig Feuerbach (1804-1872): discípulo de Hegel, Feuerbach faz duras críticas ao conceito de Deus e à religião, que segundo ele, são fontes da alienação.
  • Arthur Schopenhauer (1788-1860): crítico das obras de Hegel, o alemão constrói sua teoria baseado no pensamento kantiano, que afirma que a essência do mundo seria resultado da vontade de viver de cada pessoa. Para Schopenhauer, o mundo é criado a partir de várias ideias de representações.
  • Soren Kierkegaard (1813-1855): um dos precursores do existencialismo, ao desenvolver sua teoria a partir das questões ligadas à existência humana, como a relação entre homens, mundo e Deus, que causaria a angústia de viver, inquietações e desespero.

Exercícios

Exercício 1
(UNIMONTES/2015)

A questão das classes sociais ocupa um papel fundamental na teoria de Karl Marx. Para ele, existem condicionantes e determinantes na complexa relação entre indivíduo e sociedade e entre consciência e existência social. Considerando as reflexões de Karl Marx sobre esse tema, marque a alternativa incorreta.

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...