Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
Profissões

10 profissões que estão em alta na área de Engenharia

por Caroline Sassatelli em 25/11/21

Escolher qual profissão seguir é sempre uma tarefa muito difícil, afinal de contas, você está definindo diretamente o que fazer no seu futuro profissional. E isso não é diferente para quem está estudando ou já é formado em Engenharia. Afinal de contas, existe um leque enorme de diferentes especializações nessa área. 


Entre as opções em Engenharia, também existem algumas que são consideradas mais "diferentonas". Você já ouviu falar, por exemplo, sobre "engenheiro mecatrônico", "engenheiro de produção" ou "engenheiro agrônomo"? Não? Pois então veja já essa matéria que a Revista Quero preparou sobre os 10 cursos de engenharia que talvez você não conheça. 

Encontre bolsas de estudo para cursos de graduação. 

Agora, se você quer saber sobre as profissões que são mais buscadas nessa área, segundo dados mensais de pesquisa do Google, está no lugar certo. Aqui separamos as 10 profissões que estão em alta em Engenharia para que você conheça mais sobre elas e como é possível se tornar um profissional de cada área. Veja mais a seguir!

1. Engenheiro Civil

O profissional formado em Engenharia Civil é responsável por projetar, gerenciar, executar e fiscalizar uma obra, que pode envolver casas, edifícios, pontes, viadutos, estradas, barragens, túneis, aeroportos e portos.

Para realizar isso, ele precisará analisar dados, comparar projetos, identificar inconsistências, considerar os custos da execução da obra, observar as normas da lei, encontrar potenciais impactos ambientais e ter grande responsabilidade pela solidez de seus projetos.

É função do engenheiro civil viabilizar um projeto, por meio da escolha dos materiais utilizados, do tempo de execução da obra e da segurança. Em seu cotidiano, esse profissional trabalha com o apoio de outras pessoas, como arquitetos, empreiteiros, pedreiros, eletricistas, encanadores e outros engenheiros. Nesses contatos, é necessário demonstrar sua capacidade de liderança, gestão e boa comunicação.


Bolsas de estudo em Engenharia Civil


2. Engenheiro de Produção

O engenheiro de produção se dedica à concepção, implementação e melhoria dos processos produtivos em uma empresa, envolvendo pessoas, materiais, informações, energia, equipamentos, competências e habilidades dentro de uma linha de produção.

Ou seja, o profissional formado em Engenharia de Produção é responsável por otimizar o processo produtivo e garantir sua eficiência, de forma estratégica e mantendo baixos os custos de produção. Para isso, ele une conhecimentos técnicos com conhecimentos sobre Gestão de Pessoas, Administração e Economia.


Bolsas em Engenharia de Produção


3. Engenheiro Mecânico

O engenheiro mecânico projeta, constrói, observa, analisa e promove a manutenção de sistemas mecânicos em geral. Está presente em toda indústria, desenvolvendo máquinas e motores que permitem locomoção de pessoas e bens, fabricação de produtos em geral e geração de energia.

O profissional formado em Engenharia Mecânica pode trabalhar desde o projeto de ferramentas e peças até a construção de usinas e fábricas. Sua função pode envolver consultoria para compras e vendas, gerência de equipes multiprofissionais e acompanhamento de serviços e maquinário.

Leia também:
Quanto ganha um engenheiro? Ranking de salários nas diferentes áreas da Engenharia
+ 6 filmes para engenheiros: quem estuda ou quer fazer Engenharia vai ter que assistir

Ah, e de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o salário médio no Brasil de um engenheiro mecânico pode ficar acima de R$7.000,00 na maioria dos estados brasileiros. Uma boa pedida, não é mesmo?


Bolsas em Engenharia Mecânica


4. Engenheiro Elétrico

engenheiro elétrico, ou engenheiro eletricista, é o profissional que projeta os sistemas dos serviços elétricos, eletrônicos e de telecomunicações. Ele realiza análise e testes das configurações técnicas, das instalações, materiais e equipamentos.

Leia também: Engenharia Elétrica x Engenharia Eletrônica: qual é a diferença?

O profissional da Engenharia Elétrica pode planejar e operar sistemas elétricos, seja em sua geração, transmissão ou distribuição de energia. Usinas e estações de geração de energia podem ser projetadas por um engenheiro elétrico. Ele também pode trabalhar com a manutenção de redes de alta tensão, produzir circuitos elétricos de transmissão por radiofrequência, sistemas automáticos para indústrias e projetos de circuitos para sistemas computacionais diversos.

A média salarial de um engenheiro elétrico no Brasil é de R$7.517,92, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de 2018.


Bolsas em Engenharia Elétrica

Mostrando cursos em Veja mais vagas

  • Mensalidades a partir de

    R$ 270,00
    Ver Bolsas

  • {course} {university}

    Mensalidades a partir de R$ 2400/mês

Veja mais cursos

5. Engenheiro Ambiental

O profissional formado em Engenharia Ambiental é responsável por desenvolver técnicas voltadas para a preservação do meio ambiente e resolver problemas de ação do homem utilizando a tecnologia disponível e apropriada.

Leia também: Entenda qual é a diferença entre Engenharia Ambiental e Engenharia Florestal

A atuação do engenheiro ambiental deve basear-se, por exemplo, no atendimento das preocupações ambientais consideradas em tratados internacionais, ou no planejamento, coordenação e administração de instituições de tratamento de esgoto, saneamento básico, redes de distribuição de água, coleta e descarte de lixo.

Esse profissional preocupa-se em prever o impacto ambiental causado por um empreendimento, para então diminuí-lo ou anulá-lo. Entre os impactos que devem ser observados pelo engenheiro ambiental, estão a contaminação das bacias hidrográficas, desmatamento, erosão do solo, poluição da água, emissão de gases de efeito estufa etc. 


Bolsas em Engenharia Ambiental

6. Engenheiro da Computação

engenheiro da computação é aquele que projeta e cria hardwares e softwares, ou seja, os equipamentos digitais físicos (como computadores, smartphones, tablets, entre outros) e os sistemas e programas utilizados neles, respectivamente.

Este profissional, que é formado em Engenharia da Computação, também pode atuar no gerenciamento da automação de máquinas, como máquinas industriais, o que também o coloca à frente na atuação em robótica.

O salário médio de um engenheiro da computação no país é de R$ 6.526,00, de acordo com dados de 2021 do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged).


Bolsas em Engenharia da Computação


O engenheiro químico projeta, constrói e comanda plantas e processos industriais dentro das indústrias de petróleo, biotecnológica, farmacêutica, alimentícia e em qualquer outro setor que envolva a transformação de matérias em produtos. 

Leia também:
7 cursos de engenharia mais procurados
+ Mulheres são maioria em ingressantes em 6 cursos de engenharia

Esse profissional, que é formado em Engenharia Química, se preocupa em aplicar em grande escala e com eficiência os processos laboratoriais, compreendendo os fatores que envolvem a gestão de uma indústria de transformação. Para isso, elabora documentação técnica e legal, controla a qualidade e normas higiênicas e ambientais, além de supervisionar os processos de manuseio dos elementos para evitar contaminações e perdas.


Bolsas em Engenharia Química


8. Engenheiro de Alimentos

engenheiro de alimentos é o profissional responsável por fabricar, conservar, armazenar e transportar alimentos fabricados em indústria, principal local de trabalho do especialista. Ele seleciona as matérias-primas e os sistemas de armazenamento de alimentos tanto de origem vegetal quanto animal, prezando pela qualidade e segurança do produto final.

Esse profissional, que é formado em Engenharia de Alimentos, deve estar preparado para estudar muito cálculo, bem como conceitos químicos, biológicos, físicos e nutricionais e estar preparado para lidar no dia a dia profissional com engenheiros de produçãoengenheiros químicosquímicosnutricionistas e até mesmo administradores.


Bolsas em Engenharia de Alimentos


9. Engenheiro Agronômo

O profissional formado em Engenharia Agronômica realiza o planejamento, organização e manutenção dos processos agrícolas. Ele é responsável pelas técnicas de melhoramento do plantio, combate a pragas, colheita, armazenamento e até a comercialização dos produtos de origem vegetal e animal.

Com conhecimento sobre a biotecnologia, consegue trazer dos laboratórios para o campo a aplicação das pesquisas para aumento da produtividade de forma sustentável.

O salário médio de um engenheiro agrônomo no Brasil varia bastante conforme o estado em que ele atua, mas pode chegar a R$15.000,00 dependendo da cidade, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de 2018, do Ministério do Trabalho.


Bolsas em Engenharia Agronômica


10. Engenheiro Mecatrônico

engenheiro mecatrônico está habilitado para criar, produzir e implementar projetos de automação industrial. O profissional desta área possui ciência para elaborar documentos técnicos sobre os aparelhos, assim como o aperfeiçoamento técnico ou a manutenção dos equipamentos responsáveis pela automação.

A Mecatrônica concilia temas da Engenharia Mecânica e Eletrônica. Portanto, além do conhecimento em sistemas de automação, o profissional formado em Engenharia Mecatrônica estará apto e poderá utilizar seus conhecimentos em outras áreas como mecânica, eletrônica e computação.


Bolsas em Engenharia Mecatrônica


Quer estudar na área de Engenharia?

Atualmente existem mais de 40 opções cursos reconhecidos no Brasil somente na área de Engenharia, conforme listado aqui pela Revista Quero! São diversas opções de cursos que podem realizar o seu sonho de ser um engenheiro, independentemente da especialidade. E para ajudar a alcançar esse objetivo, a Quero Bolsa conta com centenas de bolsas de estudo de até 80% - inclusive na área de Engenharia

Essa é a hora de transformar o seu sonho em realidade! Não deixe para depois :) clique abaixo e escolha já a melhor bolsa de estudo para você!


Conheça a Quero Bolsa


O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Para se dedicar integralmente aos estudos é sempre bom economizar.Money c94fde8014ac9b0d5ad05d244e1821fb246018cdc3570b09f72c25fde99f7b1a

Gostaria de ser avisado sempre que uma vaga estiver disponível aqui no site Quero Bolsa?

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2021 CNPJ: 10.542.212/0001-54