Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
História Geral

Revolução Inglesa

Otávio Spinace
Publicado por Otávio Spinace
Última atualização: 11/10/2018

Introdução

A Revolução Inglesa (ou Revoluções Inglesas) foi o resultado de movimentos políticos e sociais que ocorreram entre os anos de 1640 e 1688 na Inglaterra. Resultou no fim do absolutismo nesse país e na implantação de uma monarquia parlamentar, regime no qual o rei está submetido ao parlamento.

A Revolução Inglesa é considerada a primeira revolução burguesa da Europa. Ou seja, marca a ascensão política da burguesia em relação à nobreza, um processo que se espalharia pelo continente e se consolidaria com a Revolução Francesa em 1789. Também foi fundamental para permitir a Revolução Industrial na Inglaterra.

Revolução Puritana

O século XVII marcou o fim da dinastia Tudor na Inglaterra e a subida ao poder dos Stuart, com Jaime I e, posteriormente, seu filho, Carlos I.

Os Stuart aumentaram as práticas absolutistas, diminuindo o poder do parlamento e contrariando interesses da burguesia. Aprofundaram, também, suas relações com membros da Igreja Católica.

Esse conflito permanente entre o rei, o parlamento e a burguesia provocou uma crise no governo inglês, que se aprofundou com uma revolta na Irlanda, à época sob o domínio inglês.

Esse conjunto de fatores levou a uma guerra civil que dividiu a Inglaterra. De um lado, estava o rei, a alta nobreza, católicos e anglicanos, e do outro, o parlamento, a burguesia, senhores rurais e os puritanos (calvinistas que sofriam perseguições religiosas).

Em virtude da participação dos puritanos, esse processo também ficou conhecido como Revolução Puritana.

Em 1648, o exército que representava os interesses do parlamento, liderado por Oliver Cromwell, sai vencedor, e o rei Carlos I é condenado à morte.

Esse exército ficaria conhecido como Novo Exército Modelo. Era composto pelos chamados “cabeças-redondas”, em referência ao cabelo curto adotado pelos seus membros. Cromwell assume como Lorde Protetor da República Inglesa, chamada de Commonwealth.

Commonwealth

Durante o período da Commonwealth, que vigorou até 1660, Cromwell adotou importantes medidas que influenciaram os rumos econômicos da Inglaterra.

A principal delas foram os “Atos de navegação”, que previam que os produtos importados pela Inglaterra seriam transportados por navios ingleses ou dos próprios países que vendiam as mercadorias.

Isso fez com que, em algumas décadas, a marinha mercante britânica se tornasse a mais importante do mundo, permitindo o desenvolvimento econômico da Inglaterra e a acumulação de capital, que seria necessário para a indústria.

Contudo, Cromwell passou a centralizar o poder político em suas mãos, o que novamente desagradou o parlamento.

A guerra civil havia unido grupos distintos que possuíam um objetivo em comum: o de derrotar o rei Carlos I. Com a queda do monarca e o início da República, a divergência de interesses entre esses grupos ficou evidente.

Entre esses grupos, podemos destacar os niveladores - trabalhadores pobres que almejavam a ampliação de sua participação política. Os niveladores acabaram derrotados e suas lideranças foram condenadas à morte.

Com a morte de Cromwell, seu filho Richard assume a liderança da Commonwealth. Sem conseguir solucionar os conflitos internos, Richard é deposto e o parlamento resolve restaurar a monarquia, elegendo como rei Carlos II, filho de Carlos I.

Restauração e Revolução Gloriosa

Carlos II ocupou a coroa inglesa entre 1660 e 1685, ano de sua morte, sendo sucedido por seu irmão, Jaime II.

O novo monarca despertou a desconfiança de membros do parlamento e da Igreja Anglicana, pelo fato de ser católico e de sua proximidade com o absolutismo francês.

Temendo que esses conflitos pudessem levar a uma nova guerra civil, o parlamento apoiou Guilherme de Orange, genro de Jaime II, para ocupar o trono inglês em 1688.

Após uma intensa disputa política, Jaime II é deposto em favor de sua filha, Maria, e seu marido, Guilherme de Orange. Os novos monarcas, por sua vez, teriam de se submeter a uma nova legislação, batizada de “Bill of Rights”, ou Carta de Direitos.

Essa legislação submetia o rei ao parlamento, tirando seu poder de legislar e executar as leis. Esse modelo político lançou as bases da monarquia constitucional, que viria a substituir o absolutismo sem acabar com a figura do rei. Foi um dos fatores que permitiu à Inglaterra promover a Revolução Industrial no século seguinte.

Oliver CromwellOliver Cromwell


Exercícios

Exercício 1
(UDESC/2010)

Assinale a alternativa correta em relação à Revolução Inglesa, conhecida também por Revolução Gloriosa:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...