Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Filosofia

A Origem da Filosofia

Natália Cruz
Publicado por Natália Cruz
Última atualização: 14/11/2019

Introdução

A palavra filosofia vem do grego philosophia e significa: philo- amizade, amor, afeição e sophia - sabedoria. Portanto, a filosofia significa o respeito, amor e apreço pelo saber. O termo filosofia foi cunhado pelo matemático e filósofo Pitágoras a partir da junção das palavras philo e sophia.

A filosofia surge na Grécia no período compreendido entre o final do século VII a.C e o início do século VI a.C. A filosofia foi a maneira pela qual os gregos antigos encontraram para explicar o mundo,os fenômenos, e os acontecimentos de maneira racional. 

📚 Você vai prestar o Enem 2020? Estude de graça com o Plano de Estudo Enem De Boa 📚

Ruínas da Acrópole de Atenas 

A mitologia e as explicações mitológicas

Os mitos são narrativas repletas de elementos simbólicos, fantasiosos e até mesmo sobrenaturais que os gregos utilizavam para explicar fatos e fenômenos relativos à realidade em que viviam e a natureza. 

Os personagens mitológicos são seres com características humanas e sobrenaturais que explicam a partir de contos o surgimento do mundo e tentam responder as questões ligadas também ao desenvolvimento da natureza e aos fenômenos ligados à realidade a partir da fantasia.

Os mitos tinham como objetivo passar, através da oralidade, conhecimentos e explicações sobre os fatos que influenciavam o cotidiano dos gregos e despertavam também a curiosidade desse povo sobre assuntos ligados ao desenvolvimento do mundo e da natureza. A mitologia é a área do conhecimento destinada a entender os mitos, suas origens e funções na sociedade.

No entanto, em um determinado momento, as explicações mitológicas já não eram mais suficientes. Os gregos já não se contentavam mais com as explicações mitológicas e fantásticas e passaram a buscar no conhecimento racional explicações que pudessem solucionar as dúvidas e inquietações que tinham sobre a origem do mundo, as causas dos acontecimentos naturais, a origem do pensamento e das regras e modelos que organizam o mundo.

As explicações mitológicas deram lugar então a racionalidade como forma de entender o mundo em que viviam. O mito pouco a pouco foi substituído pela filosofia, que é a maneira racional de explicar o mundo e vários aspectos referentes à vida natural, social e política.

Desde seu surgimento, que aconteceu entre os séculos VII a.C e VI a.C, a filosofia procurou mostrar que o desenvolvimento do pensamento e das explicações racionais serviu para desmistificar as crenças e mitos perpetuadas na sociedade. Com isso, a partir da filosofia e do pensamento racional, houve também o desenvolvimento de uma série de outras áreas do conhecimento, que faziam uso da racionalidade, como a matemática, a física, a química e a geometria.

🎓 Você ainda não sabe qual curso fazer? Tire suas dúvidas com o Teste Vocacional Grátis do Quero Bolsa 🎓

Poseidon, deus mitológico do mar 

O avanço da filosofia

A filosofia originária da Grécia espalhou-se por outras áreas a partir das viagens marítimas, das trocas comerciais e da forma como a política grega se organizou. Foi com as viagens marítimas e o contato com outros povos através das trocas comerciais que a busca por respostas racionais e portanto, filosóficas espalhou-se para áreas além da Grécia.

A maneira como a política grega organizava-se também foi importante para a disseminação dos conhecimentos filosóficos e da maneira pela qual as respostas e questionamentos passaram a ser encarados. Os locais destinados para discussões políticas e resolução de conflitos nas pólis foi de extrema importância para que o conhecimento filosófico atingisse um maior número de indivíduos.

Fases e temas da filosofia clássica

A filosofia clássica grega divide-se em três grandes fases.

Período Pré-Socrático (séculos V a VII a.C) 

É a fase de desenvolvimento da filosofia e os principais temas tratados estão ligados a natureza, surgimento do mundo e organização de elementos naturais e do cosmos. O principal nome do período é Tales de Mileto.

Período Socrático ou Clássico (século V a IV a.C)

Momento de Surgimento da democracia. Os filósofos dedicam-se a pensar nos indivíduos e na política. Os principais nomes do período são: Platão e Aristóteles.

Período Pós Socrático (século III até o início da Era cristã)

Nesse período a Grécia perde a hegemonia no campo filosófico. Filósofos tratam de assuntos ligados a instabilidade da vida cotidiana e a resolução de dúvidas ligadas à existência.

Estátua de filósofo grego 


Exercícios

Exercício 1
(UEL/2003)

“Tales foi o iniciador da filosofia da psysis, pois foi o primeiro a afirmar a existência de um princípio originário único, causa de todas as coisas que existem. Essa proposta é importantíssima... podendo com boa dose de razão ser qualificada como a primeira proposta filosófica daquilo que se costuma chamar civilização ocidental”. 

A filosofia surgiu na Grécia, no século VII AC. Seus primeiros filósofos foram os chamados pré-socráticos. De acordo com o texto, assinale a alternativa que expressa o principal problema por eles investigado. 

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...